Deputado Felipe Orro anuncia ‘ainda para essa semana’ requerimento de CPI para investigar contas de luz - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

05/11/2019

Deputado Felipe Orro anuncia ‘ainda para essa semana’ requerimento de CPI para investigar contas de luz

©DIVULGAÇÃO
O deputado estadual Felipe Orro (PSDB) disse, durante a sessão desta terça-feira (5) da Assembleia Legislativa, que deve apresentar requerimento ainda esta semana para instauração de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar os aumentos ocorridos nas contas de energia elétrica no Estado. “Comunico a Vossa Excelência – disse Felipe, dirigindo-se ao presidente da Assembleia – que a pedido dos parlamentares dessa Casa e por intermédio da Comissão de Defesa do Consumidor, que eu presido, devemos apresentar requerimento para instaurar uma CPI ainda nessa semana”, afirmou.

No momento a assessoria trabalha na finalização do requerimento e levantamento de informações que justificam a necessidade de se levar o caso a investigação, disse Felipe. A preocupação é para não deixar margem a possível contestação judicial, por isso Felipe esclareceu que vem trabalhando há meses no caso, reunindo provas, documentos, laudos, e agora estão com a documentação praticamente completa.

Desde a Primavera passada os consumidores de Mato Grosso do Sul têm reclamado das altas inexplicáveis nas contas de luz, chegando a dobrar e até triplicar de valor. “No ano passado participamos de várias audiências públicas realizadas por câmaras do interior e na Capital, e até o diretor da Aneel, André Pepitone, chegou a vir ao Estado para tentar esclarecer o que acontecia com as contas de luz, porém não consideramos as explicações suficientes.”

No Inverno passado os valores baixaram e as reclamações pararam. Entretanto, mal começa a Primavera e o calor intenso, as contas voltaram a subir muito. A empresa continua alegando que há aumento de consumo, enquanto os consumidores garantem que não mudaram os hábitos para justificar tamanha variação. “Então, para que não fique dúvida nem para a empresa, nem para a Assembleia, vamos investigar a fundo. Se estiver tudo certo, se de fato for aumento de consumo, partimos para outras alternativas. Agora, se algo estiver errado, tem que ser corrigido. Lembrando que no passado já foi descoberto erro grave nas contas de luz”, completou.

ASSECOM