Com votações importantes, deputado Coronel David defende que cidadão não arque com aumento da gasolina - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

19/11/2019

Com votações importantes, deputado Coronel David defende que cidadão não arque com aumento da gasolina

Parlamentar é considerado o deputado mais atuante no ano de 2019

©DIVULGAÇÃO
Em semana importante e de intensa movimentação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, o deputado Coronel David (PSL), votou contra o Projeto de Lei do Executivo Estadual que prevê o aumento do Fundersul e da alíquota do ICMS da gasolina, de 25% para 30%. O parlamentar destacou o apoio recebido pelos produtores rurais nas últimas eleições reforçando seu voto contra o “pacotão do aumento.” Com um mandato cada vez mais próximo da população, David defendeu que a Assembleia Legislativa deve estar sempre de portas abertas para o cidadão.

“É um direito acompanhar como vota cada deputado, olhar nos olhos e protestar quando é preciso”, defendeu. “Sem contar que é um aumento absurdo que vai onerar a todos”, lembrou sobre o aumento da alíquota de 25% para 30% do ICMS da gasolina no Estado.

Ainda nesta semana, Coronel David solicitou providências a prefeitura de Campo Grande, já que a população da região do bairro Vila Planalto tem reclamando bastante dos transtornos causados pela falta de iluminação pública nos arredores da Orla Morena. “Fui eleito pelo povo para trabalhar incansavelmente, sempre ouvindo os problemas, para buscar junto aos órgão competentes, as soluções esperadas. Sou o porta-voz de todo cidadão que em mim confiou seu voto e jamais os decepcionarei, ressaltou Coronel David.

Homenagem

A semana também foi marcada pela homenagem aos 40 anos da Casa de Leis. Na noite da última terça-feira (12), David foi um dos homenageados na solenidade, reconhecimento merecido pelos serviços prestados à população sul-mato-grossense, tanto como parlamentar, quanto comandante da Polícia Militar do Estado. A emoção ficou por conta da entrega, que foi feita pela esposa do deputado, Ana Arminda Garcia dos Santos.


ASSECOM