300 dias: Momento é de pensar no Brasil, diz Coronel David sobre ações de Bolsonaro - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

06/11/2019

300 dias: Momento é de pensar no Brasil, diz Coronel David sobre ações de Bolsonaro

Deputado comemora o novo momento vivido no Brasil ©DIVULGAÇÃO
Os 300 dias do Governo Jair Bolsonaro estão mostrando que há um novo momento para o País. Essa é a avaliação do deputado estadual Coronel David (PSL) que destacou as ações na área econômica e criação de novos empregos, além do pacto federativo apresentado pelo Presidente.

“Nós estamos vivendo um novo momento no Brasil. O presidente Bolsonaro está muito alinhado com a equipe de governo que ele montou, e essa equipe está dando respostas ao povo brasileiro dentro daquilo que o Bolsonaro tinha se comprometido a fazer se chegasse à Presidência da República”, apontou o parlamentar sobre a apresentação das medidas ao Congresso Nacional.

Para David é preciso primeiro de destravar a economia com projetos, com reformas e com a diminuição do número de desemprego. “Nós já temos 761 mil vagas criadas só esse ano, uma redução acentuada da inflação, a bolsa crescendo em números nunca antes visto, o risco país caindo bastante, e abrindo a possibilidade do Brasil receber investimento externo. Então eu acredito que nós estamos no caminho certo, muitas pessoas querem cobrar o Presidente da República de fazer de forma rápida e solucionar rapidamente alguns problemas que há tempos atormentam a vida do brasileiro”, lembrou sobre as ações que estão sendo realizadas desde o início do Governo.

“O tempo vai mostrar que essas medidas que estão sendo adotadas agora vai ser um diferencial pro Brasil realmente crescer de forma constante, reagindo assim com a economia, criando mais empregos, uma redução da inflação, e melhorando a qualidade de vida do brasileiro”, afirmou bastante otimista.

O deputado também afirmou que é preciso confiar na equipe do Planalto em relação a medida que pode incorporar municípios que não se sustentam a municípios maiores. “Primeiro precisa esclarecer que não são os municípios que têm menos de 5 mil habitantes e sim, são os municípios que têm menos de 5 mil habitantes mas que também, não consegue autossuficiência, quer dizer, para se manter, precisa de dinheiro de todos os lados, da União, do Estado para manter aquele município. Eu acredito que é algo que precisa ser discutido dentro do Congresso”, analisou.

Para o deputado isso vai ao encontro do pensamento do povo brasileiro que quer menos despesa com a máquina pública. “É algo a ser considerado, que a gente tem que pensar o seguinte, serão menos prefeitos, secretários de município, vereadores, assessores, e redução no número de funcionários distribuídos naquilo que é de competência do município. Então eu acho que o Congresso vai avaliar bastante essa questão”, enumerou sobre os benefícios. “E no momento que o país passa por imensas dificuldades a gente tem que cortar despesa mesmo. E não é só no município não, é também no estado, nas Assembleias Legislativas, no Congresso Nacional, eu acho que é momento de se pensar no Brasil”, finalizou.

Em Mato Grosso do Sul estariam na lista Novo Horizonte, Jateí, Taquarussu, Rio Negro e Paraíso das Águas.

ASSECOM