CAARAPÓ| Desfile da Independência resgata o espírito de patriotismo - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

09/09/2019

CAARAPÓ| Desfile da Independência resgata o espírito de patriotismo

©DIVULGAÇÃO 
Continua repercutindo em Caarapó o desfile cívico de 7 de Setembro, realizado no último sábado, com promoção da prefeitura e organização da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura (Semeec), que atraiu uma grande multidão para a região da Praça Mário Martines Ribeiro, a Praça Central da cidade. Escolas das redes municipal e estadual de ensino, instituições não governamentais, projetos sociais e órgãos de segurança participaram do evento, que não acontecia desde 2015 no município.

Em palanque montado no calçadão da Praça Central, autoridades dos poderes Executivo e Legislativo municipais, representantes de entidades não governamentais e das forças de segurança puderam apreciar o desfile de vinte pelotões abordando os mais variados temas. À frente de todos, alunas de seis anos de idade conduziram a faixa de abertura do desfile, representando a Semeec. Na sequência, a Banda Municipal Villa-Lobos, mantida pela prefeitura, fez uma rápida apresentação, para em seguida executar o Hino Nacional e o Hino da Independência, acompanhada pelo Projeto Social Bombeiros do Amanhã e pelo pelotão da organização não governamental Guarda Mirim.
©DIVULGAÇÃO
Depois do cerimonial, com pronunciamentos das autoridades dos poderes Executivo e Legislativo, a fanfarra municipal se posicionou defronte ao palanque, executando os mais variados toques enquanto os pelotões passavam e o locutor oficial do evento descrevia os temas apresentados pelas escolas e instituições. Balizas faziam evoluções ao som da fanfarra, para em seguida liberar o espaço para o Centro Educacional Particular Corujinha, seguido do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Roseli Alves de Brito, instituição da prefeitura, abordando a importância das abelhas para o planeta, projeto desenvolvido com as crianças da instituição. Logo após, passou defronte ao palanque o CMEI Dona China, também da prefeitura, que abordou a importância da coleta seletiva de lixo e a prevenção contra a dengue.

O CMEI Frei Mateus, integrante da rede municipal de ensino, retratou os personagens das histórias infantis e os super-heróis relacionados ao convívio imaginário da faixa etária das crianças. O CMEI Rita Tereza de Araújo e Silva (sede no distrito de Nova América, com extensão em Cristalina) veio na sequência, com uma abordagem de assuntos relacionados à educação nutricional, dando lugar, em seguida, para o CMEI Aristides Maciel da Silva, que abordou o meio ambiente como foco de sua apresentação.
©DIVULGAÇÃO
O desfile teve sequência com o CMEI Armando Campos Belo, retratando o folclore nas obras do escritor Monteiro Lobato, abrindo espaço para o CMEI Júlio Ushigima, que retratou a instituição como um local de brincadeiras, aprendizagem a atividades que envolvem a ludicidade, além de destacar os projetos desenvolvidos ao longo do ano letivo.

Pelotão da Escola Municipal Rui Barbosa veio na sequência, destacando a participação da instituição no Festival Estudantil Temático Teatro para o Trânsito (Fetran), da Polícia Rodoviária Federal, tendo obtido excelentes resultados nos últimos anos. A Escola Municipal Cândido Lemes dos Santos passou em seguida, destacando a personalidade que deu nome à escola, além de homenagear os profissionais que ocuparam a direção da escola nos 40 anos de sua existência. A Escola Municipal Professor Moacir Franco de Carvalho veio na sequência e apresentou como destaque os projetos desenvolvidos pela instituição. Com 11 pelotões, a escola ainda destacou temas ligados à literatura, cultura, meio ambiente, saúde, civismo, esportes, racismo, vida saudável e educação de jovens e adultos.

A Escola Municipal Indígena Ñandejara-Polo e extensões fizeram uma abordagem relativa aos projetos desenvolvidos nas unidades escolares da Reserva Te’yikue, cujo objetivo é fortalecer a identidade Guarani-Kaiowá e garantir, no processo de formação escolar, o fortalecimento da Educação Indígena e do núcleo familiar.

O desfile continuou com a apresentação de projetos de educação musical – a exemplo do Projeto de Flauta, visando à musicalização de crianças através do instrumento flauta doce, com a prática da leitura musical. Em seguida, surgiu o pelotão do Projeto Musicalizando, desenvolvido com o objetivo de trabalhar a temática música na educação de crianças e adolescentes, desenvolvendo a criatividade, a sensibilidade e a integração dos alunos.

Na sequência do desfile, passaram atletas das Escolinhas de Esportes - projeto desenvolvido pelo Departamento de Esportes e Lazer com mais de 600 alunos em diversas modalidades esportivas -, que tem como objetivo a integração e socialização através do esporte, inclusão social, realização de atividades saudáveis e ensino de noções táticas e técnicas do esporte.

Seguiram-se as apresentações dos pelotões da Escola Estadual Tenente Aviador Antônio João, que apresentou os atletas campeões de eventos esportivos estudantis oficiais; Escola Estadual Professor Joaquim Alfredo Soares Vianna, que destacou pesquisa da instituição de acordo com a Base Nacional Comum Curricular, que envolve Arte, Cultura, Meio Ambiente, Saúde e Tecnologia. A Escola Estadual Arcênio Rojas destacou o Projeto de Dança, Arte e Cultura desenvolvido na instituição.

A Secretaria Municipal de Assistência Social surgiu na sequência do desfile, apresentando os objetivos da política de assistência social, as unidades e serviços da secretaria e os projetos desenvolvidos pelo órgão.

O fim do desfile ficou a cargo das forças de segurança com representação no município, como a Polícia Militar, a Força Nacional de Segurança Pública e o Corpo de Bombeiros Militar.

“O desfile foi um sucesso”, destacou o prefeito André Nezzi (PSDB). “Quero cumprimentar a todos que participaram, aos que desfilaram, aos que organizaram o evento, que, sem dúvida, serve para resgatar o espírito cívico e o patriotismo das pessoas, fazendo reforçar o amor pela nossa Pátria”, disse o dirigente, acrescentando que “será feita uma avaliação sobre eventuais falhas para correções no ano que vem”.

Já a secretária de Educação, Esporte e Cultura, Ieda Maria Marran, elogiou o emprenho das escolas e instituições, agradecendo o esforço de todos que contribuíram para o sucesso do desfile.

ASSECOM