PSDB confirma pré-candidaturas de Marcelo Iunes em Corumbá e Marçal em Dourados - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

22/08/2019

PSDB confirma pré-candidaturas de Marcelo Iunes em Corumbá e Marçal em Dourados

Iunes vai concorrer à reeleição, enquanto Marçal ainda depende de consenso com aliados douradenses, como DEM e MDB

Sérgio de Paula vai comandar diretório regional do PSDB nos próximos dois anos ©Marcos Ermínio
O atual prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes (PSDB), está confirmado como pré-candidato da sigla em 2020, quando tentará a reeleição na cidade. Iunes era vice e substituiu em novembro de 2017 o então prefeito Ruiter Cunha (PSDB), que morreu após uma cirurgia de emergência após sofrer um aneurisma da aorta abdominal.

A confirmação ao Jornal Midiamax veio do atual presidente tucano em Mato Grosso do Sul e secretário estadual de Articulação Política, Sérgio de Paula, que também adiantou a pré-candidatura do radialista e deputado estadual Marçal Filho à prefeitura de Dourados – cidade localizada a 238 km de Campo Grande.

“O partido tem um estatuto e hoje conta com 43 prefeitos. O Iunes é nosso prefeito em Corumbá e Bia Cavassa nossa deputada federal. Logicamente o prefeito tem direito a reeleição”, frisa de Paula, ao falar sobre a possibilidade de Cavassa, mulher de Ruiter, se candidatar no lugar de Marcelo no ano que vem.

O chefe do PSDB ainda completa que pesquisas apontam a preferência popular pelo prefeito. “Hoje o Iunes aparece em primeiro e a Bia em segundo. Se você olhar o histórico a quanto tempo Corumbá não tinha um deputado federal? Agora tem a Bia, então a cidade está assistida”, justifica Sérgio.

Ele ainda comenta que Marcelo está fazendo bom trabalho e crê que ele vai melhorar mais ainda, e espera contar com a união do partido e aliados em torno da reeleição dele. “Trabalhamos nesse sentido, com governador e deputados, para intensificar e melhorar mais ainda a administração do Marcelo em Corumbá”.

Sobre as expectativas de Bia Cavassa em se lançar a prefeitura, Sérgio declara que a deputada está dentro do grupo, entende a situação e é mais uma soldada do partido. “Vamos trabalhar bem fortemente em Corumbá. O partido tem interesse, está no poder e quer continuar no poder”, conclui.

Marçal em Dourados e atenção aos aliados

Já em Dourados, segundo maior colégio eleitoral do Estado, o PSDB prega maior atenção e diálogo com as lideranças regionais, mas confirma a pré-candidatura de Marçal Filho a prefeitura – que hoje está nas mãos de outra aliada, Délia Razuk, e que já tem outros pré-candidatos também aliados, como Barbosinha (DEM) e Renato Câmara (MDB).

“Em Dourados temos um olhar diferenciado, temos um grupo que acompanha o governador desde a primeira eleição, temos na base do Governo na Assembleia vários deputados dali, temos quatro secretários também de Dourados, um deles é o vice-governador Murilo Zauith e o outro é o secretário de Saúde, Geraldo Resende”, diz de Paula.

O líder tucano ainda aponta que na cidade será necessário ter bastante humildade na discussão política e que é preciso manter o grupo unido, desenhando até três chapas de vereadores conjuntas. Ele elenca partidos como DEM, PTB e MDB como aliados na cidade.

“Se a gente tiver humilde, paciência e tranquilidade, temos condições de eleger o próximo prefeito de Dourados. Temos que pensar pluralmente a cidade. Isso vai passar pelas nossas bases, pelo Murilo que é de lá, pelo governador e por esses partidos todos. Já estamos conversando, se movimentando”, conta Sérgio, que acrescenta.

“A atual prefeita já falou que não quer concorrer, mas ela tem o direito de querer disputar a reeleição. Já se for Marçal o nosso candidato, vamos compor com todo mundo. Se for o Barbosinha, vamos compor. Se for o Renato, vamos compor também”, finaliza.

Ovelhas desgarradas

Sobre a possibilidade haver ‘ovelhas desgarradas’, ou seja, políticos insatisfeitos com as decisões tomadas e que tomem outro caminho, Sérgio de Paula foi enfático em dizer que Marçal é o pré-candidato do PSDB e, se for mesmo candidato em 2020, terá que ser respeitado, assim como qualquer outro rumo que seja tomado até lá.

“Vamos ter que ter a inteligência e humildade para conversar com todo esse time, que é muito forte, e se eles entenderem que ao fazer esse consenso quem ganha é Dourados, nós temos certeza que saímos vitoriosos. E quando falo nós, cito junto os partidos aliados. Se o candidato for do PSDB, DEM ou MDB, vamos tentar eleger”, conta.

Sérgio de Paula ainda diz acreditar que haverão alguns candidatos “desgarrados” em outras cidades, ainda mais agora que houve mudanças nas coligações proporcionais, mas ainda assim o PSDB vai buscar um trabalho com todos os aliados para evitar isso.

“Especificamente em Dourados, estamos conversando com deputados aliados e isso inclui o Zé Teixeira (DEM), que não tem intenção de concorrer lá mas é um líder, amigo do governador. Faremos isso com todos aliados na base do governador, muito importante isso para a gente. Vamos sentar e discutir com muita paciência Dourados”.

Fonte: Midiamax
Por: Nyelder Rodrigues