Nadador de Campo Grande é tri nos 200m borboleta no Pan-Americano - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

07/08/2019

Nadador de Campo Grande é tri nos 200m borboleta no Pan-Americano

Léo de Deus domina os 200m borboleta nas Américas (Foto: Saulo Cruz/Cob)
É ouro. O campo-grandense Leonardo Gomes de Deus, de 28 anos, conquistou a medalha dourada nos 200 metros borboleta na natação, na noite desta terça-feira (6), nos Jogos Pan-Americanos 2019 de Lima, capital do Peru.

Com o resultado, o atleta sagrou-se tricampeão da competição intercontinental, após ter ficado em primeiro lugar no Pan de Guadalajara, no México, em 2011 e no de Toronto, no Canadá, em 2015.

Léo de Deus era favorito para a prova e terminou com tempo de 1m55s86. O segundo lugar ficou com o estadunidense Samuel Pomajevich, que fez 1m57s35. Já o bronze foi para o colombiano Jonathan Gomez, que nadou em 1m57s75.

O outro brasileiro da prova, Luiz Altamir, não alcançou o pódio por pouco. Ele ficou sem a medalha bronzeada por três milésimos de segundo, ao fazer a marca de 1m57s78.

Em entrevista à reportagem do canal SporTV, o sul-mato-grossense disse que a “ficha ainda vai demorar a cair”. “O sentimento de ser tricampeão pan-americano é para poucos, não estou nem acreditando. Eu que cheguei nesse Pan no último minuto, só tenho a agradecer a Deus, à minha família e equipe. Estava muito pressionado, o Brasil todo acreditando nesse tricampeonato, ainda mais por tudo que aconteceu na minha vinda para cá, consegui superar tudo”.

“Eu tenho uma maletinha onde deixo só as medalhas de ouro nos 200m borboleta do Pan, de 2011 e 2015. Antes de sair de casa, deixei a maleta no quarto e minha esposa perguntou se eu não iria levá-la. Falei: 'Não, vou deixar, porque o papai vai trazer a medalha de 2019 e vai colocar aqui, para ficar as três bonitinhas'. Então, estou levando para casa (risos)”, completou à emissora, que detém os direitos de transmissão da competição.

O sul-mato-grossense também disputará os 200 metros costa, nesta quarta-feira (7), a partir das eliminatórias, que terão início às 12h (de MS). A prova também terá participação do brasileiro Branconn Pierry de Almeida. Caso se classifiquem, os atletas entram em ação novamente às 21h30 (de MS) para as finais.

Leonardo de Deus chegou ao Peru de última hora. O atleta de Campo Grande foi convocado pela Confederação Brasileira de Desportes Aquáticos (CBDA), após Gabriel Santos ser suspenso por um ano por testar positivo em exame antidoping e cortado da delegação. A entidade só oficializou a convocação de Léo de Deus no dia 25 de julho, um dia antes do início dos Jogos.

O nadador tricampeão foi ao Pan após mau desempenho no Troféu Brasil de Natação, após lesão nas costas logo no primeiro dia. A competição servia de seletiva nacional, no qual obteve a 17ª colocação. No torneio, apenas os 16 primeiros seriam selecionados.

O atleta teve ainda um embate nos bastidores, após acionar a justiça desportiva, em maio deste ano, para defender seu direito de estar em Lima-2019. Na ocasião, Léo de Deus questionou os critérios de convocação da CBDA para o Pan, alegando que possuía o melhor currículo entre os atletas brasileiros na competição intercontinental, com dois ouros. O nadador ainda destacou, na época, que no ranking pan-americano de 2018, ele era o segundo colocado dos 200 metros borboleta.

De Deus é filho de militar e, por este motivo, rodou por diversas cidades do Brasil. Ele já treinou na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) de Brasília; Minas Tênis Clube, de Belo Horizonte-MG e Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo-SP. Atualmente, treina na Associação Santa Cecília de Esportes, da Universidade Santa Cecília (Unisanta), de Santos-SP.

Fonte: Esporte Ágil