Cassems realiza ‘3º Encontro de Beneficiários Pós-Cirurgia Bariátrica’ para promover a continuidade do tratamento dos beneficiários - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

13/08/2019

Cassems realiza ‘3º Encontro de Beneficiários Pós-Cirurgia Bariátrica’ para promover a continuidade do tratamento dos beneficiários

O evento reuniu beneficiários de diversas idades que passaram pela cirurgia bariátrica

©DIVULGAÇÃO
Na manhã do último sábado (10), a Cassems realizou um encontro com beneficiários que realizaram a cirurgia bariátrica. No Centro de Prevenção em Saúde, os usuários receberam orientações sobre a cirurgia e a continuidade do tratamento, oficinas de atividades físicas, roda de conversa sobre o assunto, além de um café da manhã saudável. O objetivo do evento é incentivar os pacientes a darem prosseguimento aos cuidados com a saúde após a cirurgia, para a manutenção da qualidade de vida.

A programação do evento contou com o acompanhamento de médicos especialistas da área, nutricionistas e profissionais de Educação Física, que dialogaram com os beneficiários e orientaram para as ações desenvolvidas durante a manhã. Após palestra educativa, os pós-bariátricos puderam participar de uma série de atividades como musculação, Pilates, hidroginástica e Zumba. Além disto, para a troca de experiências, houve uma roda de conversa entre pacientes e profissionais.

Ricardo Ayache, presidente da Cassems, explica que a obesidade é uma doença crônica que precisa ser acompanhada durante a vida toda. “Esse encontro é apenas um momento em que realizamos parte dos procedimentos, mas o acompanhamento é muito importante para o sucesso do tratamento como um todo”.

A diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, explica que atividades como essas são necessárias, pois a cirurgia bariátrica ocasiona grandes mudanças na vida do paciente. “Após uma bariátrica, o paciente ganha uma nova vida. Os hábitos alimentares que fizeram com que a pessoa chegassem a obesidade devem ser deixados para trás. No início, o paciente fica em uma ‘lua de mel’ e está mais atento aos cuidados. Com o passar do tempo, os velhos hábitos podem voltar. Por isso, nos preocupamos em chamar esses pacientes para o Centro de Prevenção e acompanhar as suas práticas em alimentação e exercícios, o seu peso, entre outras medidas”.

Continuidade dos cuidados com a saúde

O médico gastroenterologista, James Câmara, explica que a cirurgia bariátrica é um complemento do tratamento contra a obesidade. “O paciente deve realizar acompanhamento com a equipe multidisciplinar, isso é de uma importância que não tem tamanho. O paciente preocupado com a continuidade das medidas em saúde tem muito mais chances de sucesso do que um que não tem esse tipo de suporte”.

De acordo com Mariana Soares, médica generalista da Clínica da Família Cassems, a importância dos cuidados não é apenas para prevenir os pacientes de possíveis doenças, mas também, para realizar a manutenção da saúde. “Ao fazer uma cirurgia bariátrica, o indivíduo sofre alterações no físico e no emocional. Temos que trabalhar em conjunto com a família, para que as pessoas que acompanham esse paciente ao longo do processo estejam juntas dele e ajudem na continuidade do tratamento”.

Para o compartilhamento de experiências, a Cassems realizou uma roda de conversa com orientação do cirurgião bariátrico Francisco Gomes Francisco Gomes. Para ele, se não houver o acompanhamento após a cirurgia, há grande risco do reganho de peso. “A cirurgia é algo fundamental, mas o mais importante é dar continuidade ao tratamento. Com uma equipe multidisciplinar, o resultado a médio e longo prazo pode ser mais satisfatório”.

Outra questão pontuada na roda de conversa foi a importância do acompanhamento nutricional após a cirurgia. A nutricionista Laurinete Delalata explicou que alguns beneficiários ficam receosos em ir ao consultório após terem ganhado alguns quilos, mas a equipe multidisciplinar está preparada para realizar a continuidade do tratamento da melhor forma. “A Cassems oferece profissionais especializados e um espaço amplo, que é o Centro de Prevenção, para que haja essa continuidade com atividades físicas e reeducação alimentar”.

Para contribuir com a manutenção da saúde dos beneficiários pós bariátricos, os pacientes realizaram exame de bioimpedância, nas semanas anteriores ao evento, para analisar a composição corporal, indicando a quantidade aproximada de músculo, osso e gordura. A coordenadora do Programa de Nutrição da Cassems, Eliana Dias, explica que o procedimento é necessário para garantir uma exploração mais detalhada das suas condições após a cirurgia. “Com o resultado do exame em mãos, o paciente é encaminhado para a Clínica da Família, para dar continuidade ao atendimento com um médico generalista”.

O incentivo à reeducação alimentar também foi pautado no encontro. Para isso, o caderno de receitas do programa de prevenção “Cozinha Experimental” foi distribuído para pacientes pós bariátricos. A coordenadora do programa, Melissa de Andrade, explica que, com as aulas de culinária, ensina aos beneficiários como produzir os próprios pratos para uma alimentação mais nutritiva e menos calórica. “Os pratos são nutritivos, mas não perdem o sabor. O paciente que faz este procedimento deve se atentar à limitação na ingestão e, por isso, orientamos que é importante se cuidar da qualidade dos pratos consumidos no cotidiano”.

Depoimentos dos Beneficiários

O beneficiário Felipe Castelo realizou a cirurgia bariátrica, em 2016, e conta que, na época, estava chegando à 150 kilos. “Eu achava que apenas com academia e alimentação eu emagreceria rapidamente, mas, junto com o meu médico, decidimos realizar uma intervenção cirúrgica. Após o procedimento, dei continuidade ao tratamento e, hoje, me sinto muito feliz com o meu corpo”.

Há um ano e cinco meses, a beneficiária Beatriz Carvalho fez a cirurgia bariátrica. Ela conta que, no começo, foi difícil para se acostumar com a nova alimentação e o compromisso com a perda de peso. “Hoje, me sinto recompensada, pois não tenho mais diabetes, pressão alta e não preciso mais tomar os medicamentos, foi uma grande superação”.

Para a beneficiária Mônica Cavalcante, o processo foi difícil. Após realizar a cirurgia, descobriu um câncer de mama e metástase no pulmão, mas realizou todos os procedimentos necessários com acompanhamento da equipe multidisciplinar e teve sucesso no tratamento. “Não fiz essa cirurgia por vontade, mas por necessidade. Enquanto estava emagrecendo, descobri o câncer de mama, mas nada impediu que eu fosse emagrecendo. Com isso, juntou a necessidade de acompanhamento com nutricionista, tive a ajuda da família. Hoje, considero que estou melhorando, e conto com o apoio da Cassems nesse período”.








ASSECOM