Campanha “Agosto Lilás” é lançada durante ato solene na Assomasul - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

01/08/2019

Campanha “Agosto Lilás” é lançada durante ato solene na Assomasul

©DIVULGAÇÃO


O governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Subsecretaria Especial de Cidadania e da Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, lançou nesta quinta-feira (1), no plenário da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, a campanha “Agosto Lilás” -- mês de conscientização pelo fim da violência contra a mulher. 

O lançamento da campanha foi feito pela secretária Especial de Cidadania, Luciana Azambuja, e contou com a participação do secretário Especial do Governo, Carlos Alberto Assis, representando no ato o governador Reinaldo Azambuja, e de várias outras autoridades. 

O diretor-executivo da Assomasul, Zé Cabelo, acompanhou a solenidade de lançamento da campanha que mobiliza, além do poder público, a sociedade civil em favor de uma boa causa, o combate à violência domestica contra a mulher. 
©DIVULGAÇÃO
Realizada desde 2016 em comemoração aos 10 anos da Lei Maria da Penha, a campanha “Agosto Lilás” entrou no calendário de eventos de Mato Grosso do Sul como a maior campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher e atualmente são muitas as ações de mobilização executadas em vários municípios do interior do Estado. 

Nesse ano, a pauta são os 13 anos da Lei Maria da Penha, os avanços e conquistas na defesa e proteção das mulheres. 

O objetivo é sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a Lei Maria da Penha (Lei federal nº 11.340, de 7 de agosto de 2006), por meio de palestras, debates, encontros, panfletagens, eventos e seminários abordando os tipos de violência especificados na lei e como promover o enfrentamento à violência contra a mulher. 

Segundo Luciana Azambuja, a campanha é de extrema relevância no cenário atual, ao passo que contribui com a conscientização e com mudança de comportamento de toda a sociedade. 

Ela atesta que a cada ano o número de parceiros e de pessoas envolvidas nesse movimento vem aumentando.
©DIVULGAÇÃO

Por: Willams Araújo