Senador Nelsinho Trad acredita que tarifa de ônibus pode ser barateada - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

03/07/2019

Senador Nelsinho Trad acredita que tarifa de ônibus pode ser barateada

Requerimento do parlamentar sul-mato-grossense será debatido na próxima semana na Comissão de Infraestrutura do Senado

©DIVULGAÇÃO
O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) defende a redução do preço da tarifa do transporte público coletivo no Senado Federal. O parlamentar apresentou requerimento, de número 38/2019, à Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado (CI) para promover audiência pública sobre o assunto e encontrar alternativas. “Semana que vem essa proposta será debatida pela Comissão de Serviços de Infraestrutura”, informou o senador Nelsinho Trad.

Para a discussão, conforme explicação do senador sul-mato-grossense, serão convidados o secretário de Mobilidade e Serviços Urbanos do Ministério do Desenvolvimento Regional, Jean Carlos Pejo, o secretário Especial de Relações Governamentais da Casa Civil da Presidência da República, Giácomo Trento, representante da Frente Nacional de Prefeitos, representante do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), representante da Confederação Nacional dos Usuários de Transportes (CONUT) e representante da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU). “Vamos colocar todos juntos e perguntar o que cada um poderá ceder para baratear a tarifa do transporte coletivo”, comentou.

Em entrevista à TV Senado, o parlamentar sul-mato-grossense informou que existe sim a possibilidade de reduzir o preço da tarifa de ônibus em até 50% com a redução de impostos por parte dos Governos Federal, Estadual e Municipal. “Esse projeto já foi elaborado pela Frente Nacional de Prefeitos e pelo Núcleo de Transporte que congrega 111 cidades do País com mais de 250 habitantes, ou seja 60% da população brasileira”, comentou o senador Nelsinho Trad. 

De acordo com estudos já apresentados por esses grupos, há maneiras de baixar o preço das passagens no Brasil por meio da implementação de programas de financiamento do custeio do transporte público coletivo urbano, seja pelo estabelecimento de subsídio estatal, pela cobrança de taxas de congestionamento em áreas centrais, utilizando instrumentos de captura de valor, alugando espaços em terminais e estações. Ou, mesmo pela constituição de um fundo nacional, que tenha regras claras e transparentes, e que possa ser utilizado para custear estudos e projetos para desenvolvimento do sistema, nos aspectos operacionais, de infraestrutura e atualização tecnológica.

Para o senador Nelsinho Trad, seria um projeto que atenderia a questão econômica-social e, também, reduziriam as reclamações dos usuários em relação a qualidade dos serviços prestados dos transportes coletivos. “Ano após ano aumenta a tarifa e a qualidade do serviço tem piorado, diminuído, temos que buscar alternativa para atender grande parte da população brasileira”, disse o parlamentar.

Após aprovação da comissão pela realização da audiência pública, será divulgada a data para participação popular pelo portal E-Cidadania.

ASSECOM