Policial militar é preso em flagrante por assassinato em sala de cinema - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

08/07/2019

Policial militar é preso em flagrante por assassinato em sala de cinema

Crime ocorreu supostamente após discussão por causa de assento na sala durante o filme Homem Aranha - Longe de Casa

Movimentação em frente ao shopping de Dourados, onde PM matou homem com tiro no pescoço (Foto: Adilson Domingos)
Foi identificado como Julio Cesar Cerveira o homem morto com um tiro no pescoço na tarde desta segunda-feira (8) dentro de uma das salas de cinema do Shopping Avenida Center, em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

O autor do tiro fatal foi um policial militar identificado apenas como Djavan, lotado na PMA (Polícia Militar Ambiental). Ele foi preso em flagrante e está sendo levado para a 2ª Delegacia de Polícia Civil para ser autuado por homicídio.

A sala, onde era exibido o filme Homem Aranha - Longe de Casa, estava lotada, principalmente por adolescentes, de férias na escola. Houve muita correria e gritos. O local está isolado pela polícia.

Uma testemunha relatou que o policial estava com dois filhos adolescentes e Julio Cerveira com a filha, de 16 anos. Julio e um dos filhos do policial teriam discutido por causa do assento. O PM interferiu e durante a discussão sacou arma e disparou o tiro que acertou Julio no pescoço. O homem caiu e morreu entre as poltronas da sala.

Julio Cesar Cerveira era de família tradicional em Dourados. A família Cerveira, descendente do ex-prefeito José Cerveira, é proprietária de uma fazenda no município de Rio Brilhante.
Manchas de sangue perto de poltronas na sala de cinema onde homem foi morto nesta tarde (Foto: Direto das Ruas)

Fonte: campograndenews
Por: Helio de Freitas, de Dourados