TRÊS LAGOAS| Departamento de Turismo do município participa de Audiência Pública - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

09/05/2019

TRÊS LAGOAS| Departamento de Turismo do município participa de Audiência Pública

Encontro realizado na Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul tem como temática “Turismo no Estado de Mato Grosso do Sul”

© DIVULGAÇÃO
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT), por meio da equipe do Departamento de Turismo, participou nesta quarta-feira (08) em Campo Grande, na Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul, da Audiência Pública com a temática “Turismo no Estado de Mato Grosso do Sul”.

Entre os assuntos discutidos na audiência estavam as potencialidades e os desafios do turismo sul-mato-grossense. Proposta esta, destacada pelo presidente da Comissão de Turismo, Indústria e Comércio, deputado Capitão Contar (PSL).

“Com essa discussão temos uma agenda positiva na qual identificamos os problemas e na qual buscaremos soluções para alavancarmos o turismo de MS. Nós deputados somos ferramentas legislativas para aproximar esse sonho da realidade”, disse o parlamentar.

O vice-presidente da Comissão, o deputado João Henrique (PR), também compareceu ao evento. “O benefício do turismo é extraordinário. Podemos importar ideias que já são implantadas no mundo todo”, destacou.

Vocação turística 

Segundo a Técnica do Departamento de Turismo de Três Lagoas, Thais Arsioli, que acompanhou o evento, as potencialidades do Estado foram destacadas por todos os oradores. 

A economista e representante da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-MS), Daniela Teixeira, falou da importância do turismo para a economia local ao apresentar os números do setor.

“Mais de 50 segmentos da economia estão relacionados ao turismo. Se 100 mil turistas fizerem uma refeição no Estado, por exemplo, isso movimenta 32 milhões de reais na economia local”, afirmou.

Desafios

Ao apresentar os números do turismo mundial e do Estado, o empresário Marcelo Mesquita, “nós temos um potencial enorme inexplorado ou pouco explorado”, disse. Ainda segundo ele o Brasil recebeu em 2018 seis milhões de turistas estrangeiros e destes 85 mil escolheram MS como destino. “Isso não é nada diante de nosso potencial”, alegou. 

A secretária municipal de Cultura de Campo Grande, Melissa de Carvalho, solicitou mais ênfase em atividades culturais. “Há dificuldade de o turismo sobreviver sem o produto cultural. Temos excelentes manifestações culturais e culinárias, devido nossa miscigenação. Tudo isso é produto de turismo. Precisamos colocar em pauta o chamamento à cultura”, pontuou. 

Outras regiões a serem exploradas no Estado

Outro ponto destacado na audiência é que o estado de MS possui um potencial geográfico privilegiado e amplo e precisa ser explorado. Foi colocado em debate os Municípios que possuem orla banhada pelo Rio Paraná, como Aparecida do Taboado, Selvíria e Três Lagoas.

Para Thais, o Rio Paraná necessita de atenção especial e urgência nos projetos de proteção ambiental e sustentabilidade para que o turismo não seja prejudicado nesses Municípios.

“É de extrema importância que os órgãos responsáveis, poder legislativo e executivo se unam para colocar em prática os projetos que preservem a qualidade das águas do Rio Paraná, assim como sua fauna e flora que são cartão de visita e um dos principais atrativos naturais disponíveis para quem vem visitar a região Costa Leste”, concluiu a Técnica.

ASSECOM