Lei: Maternidades deverão treinar pais para primeiros socorros - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

31/05/2019

Lei: Maternidades deverão treinar pais para primeiros socorros

©DIVULGAÇÃO
O governador Reinaldo Azambuja sancionou hoje a lei de autoria do Deputado Marcio Fernandes que visa prevenir a morte súbita de recém-nascidos por morte súbita e acidentes, como engasgamento. De acordo com o texto publicado, hospitais e maternidades de Mato Grosso do Sul deverão oferecer aos pais, mães ou responsáveis treinamento e orientações de primeiros socorros em caso de engasgamento, aspiração de corpo estranho e prevenção de morte súbita. O treinamento deverá ser oferecido antes da alta do recém-nascido.

O autor do projeto, Deputado Marcio Fernandes, comemorou a publicação da lei e ressaltou a importância de levar o conhecimento sobre como proceder em casos de acidentes. “Muitas vezes, saber como agir é crucial para salvar uma vida, pois nem sempre dá tempo de esperar o socorro ou levar ao hospital. Poucos segundos são suficientes para causar uma morte ou até deixar sequelas para a vida toda” disse o parlamentar, lembrando que como proceder ou ainda memorizar os números de telefones dos serviços de emergência são procedimentos simples. Até mesmo colocar o bebê na posição correta, ao dormir, pode evitar a morte súbita.

Segundo a Unicef, cerca de 2,6 milhões de bebês morrem no primeiro ano de vida no mundo inteiro e medidas simples ajudariam a reduzir as estatísticas. Dados do Ministério da Saúde apontam que apesar da redução do número de mortes de crianças por acidentes no Brasil estar em declínio, os casos de sufocamento aumentaram em 2% de 2015 para 2016, ano em que foram registrados mais de 800 mortes por esse motivo no Brasil, sendo que em 77% dos casos, os bebês envolvidos tinham menos de um ano de idade.

A lei foi publicada sob o número 5.346 de 30 de maio de 2019 e já passa a valer imediatamente em todo o Mato Grosso do Sul.

Por: Fernando Hassessian