Exposul 2019: Saito reforça as demandas do Agro em prol do desenvolvimento sustentável - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

30/05/2019

Exposul 2019: Saito reforça as demandas do Agro em prol do desenvolvimento sustentável

A abertura contou com a presença de diversas lideranças políticas e rurais 

©DIVULGAÇÃO
O presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Maurício Saito, participou da abertura oficial da 27° edição da Exposul – Exposição Agropecuária e Industrial de Chapadão do Sul, realizada nessa quarta-feira (29), com a participação de aproximadamente 150 pessoas.

Durante a cerimônia, o presidente da Federação reforçou as atuais demandas do setor produtivo para um desenvolvimento ainda mais efetivo do Agro. “Uma pesquisa realizada pela CNA revelou as necessidades do meio rural entre elas o acesso ao crédito, um menor custo de produção, melhor infraestrutura e logística”.

O anfitrião, o presidente do Sindicato Rural de Chapadão do Sul, Lauri Dalbosco, ressaltou que a feira é a demonstração da importância do agronegócio. “A Exposul é a prova do desenvolvimento do trabalho realizado pelo produtor rural. Produzir alimentos é a nossa saga e o nosso dever. Nós precisamos ter representatividade”.

A vereadora e presidente da Câmara dos Vereadores, Alline Fontaine, também falou sobre a relevância do setor produtivo para o desenvolvimento local. “Sei do potencial para o desenvolvimento de novas tecnologias”.

O deputado estadual, Márcio Fernandes, presidente da Comissão da Agricultura da Assembleia Legislativa, salientou o papel do Agro no estado. “Reconheço a importância de vocês [produtores rurais] não só para a economia de Mato Grosso do Sul mas como de todo o Brasil”.

Sobre o aumento dos potenciais econômicos do município, o prefeito municipal, João Krug, anunciou: “Em breve teremos mil animais confinados em Chapadão. Aqui temos tudo para isso: milho, caroço de algodão, palha de braquiária e logística”. 

O presidente da Agesul, Luiz Roberto Martins de Araújo, acrescentou: “O Brasil é o único país do mundo capaz de dobrar a produção em pouco tempo”.

Participaram do evento o diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni; o vice-presidente da Aprosoja/MS, André Dobaschi; o sub-oficial da Marinha Queiroz, representando o Capitão dos Portos, Fábio Candido da Silva, na Missão Capitania Itinerante; o presidente da Ampasul, Walter Schlatter; o presidente eleito da Fundação Chapadão, Ilton Hennrichsen; o presidente atual da Fundação Chapadão, Adriano Loeff; o prefeito de Paraíso das Águas, Ivan Xixi.

ASSECOM