Deputado Capitão Contar sugere mudanças no regimento e cumprimento de pautas a serem votadas - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

07/05/2019

Deputado Capitão Contar sugere mudanças no regimento e cumprimento de pautas a serem votadas

©DIVULGAÇÃO/ALMS
O deputado estadual Capitão Contar (PSL) usou a tribuna da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), nesta terça-feira (7), para defender alguns pontos sobre o mandato, sugerir mudanças no regimento interno da Assembleia e cumprimento ao trâmite de votação, o que consta na Ordem do Dia. 

Um dos pontos citados pelo parlamentar é importância de se seguir o regimento para com as votações, pois há projetos que entram na pauta no dia, não havendo tempo para que o parlamentar faça uma análise. Também lembrou do recado das ruas, em que a população clama por mudança e por uma política mais efetiva, e pede uma maneira de obter uma resolutiva dos poderes executivos sobre o percentual dos trabalhos realizados junto com legislativo.

“Sou novato na política. Entendo e respeito a experiência de alguns deputados veteranos, mas este parlamentar não foi eleito pela experiência política, mas sim pelo desejo de mudança. E é sobre isso que quero falar”, foi desta forma que o Capitão Contar iniciou o discurso.

“Pontualidade e cumprimento dos trâmites são coisas básicas cobradas a qualquer servidor. Não somos diferentes e não estamos acima da lei. E venho aqui lembrar que essas e outras demandas precisam ser atendidas, assim como houve momento em que entrou na Ordem do Dia projetos que não haviam sido pautados, com isso ficamos sem o tempo hábil para estudarmos e votar de forma correta. Eu e meus colegas precisamos deste prazo, pois o que votamos aqui é para a nossa população”, Capitão Contar enaltece.

“Outro ponto que precisamos falar é sobre de que forma podemos investir no nosso Estado, seja por geração de empregos, parcerias ou mesmo criação de leis, que realmente beneficie a nossa população. Concordo que homenagens precisam ser feitas, mas de uma forma que não onere o poder público. Vou citar como exemplo o tempo e dinheiro que gastamos com homenagens e diplomas, como fez Deputado Trutis do meu partido. Não vou discutir a forma ou o mérito do ocorrido, mas é fato. Não quero desmerecer quem mereça as honrarias e moções, mas sou a favor de fazer tudo diferente, em um único dia, de forma centralizada e mais econômica. Assim vamos economizar tempo e dinheiro público”, propõe o Capitão Contar. 

“Precisamos mensurar para poder melhorar. Desta forma, seremos mais efetivos e coerentes em nossas indicações, atendendo de fato a população", finaliza.


Por: Jucyllene Castilho