ALCINÓPOLIS| Equipe do município está no Piauí participando de importante simpósio sobre Arqueologia e Preservação Patrimonial - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

10/05/2019

ALCINÓPOLIS| Equipe do município está no Piauí participando de importante simpósio sobre Arqueologia e Preservação Patrimonial

©DIVULGAÇÃO
Em busca de conhecimento e troca de experiências, técnicos da Secretária Municipal de Desenvolvimento, Agricultura, Pecuária, Turismo e Meio Ambiente, estão no Piauí, em São Raimundo Nonato, participando do I Simpósio de Arqueologia e Patrimônio do Laboratório de Preservação Patrimonial, que acontece no local entre os dias 06 e 10 de maio. Na oportunidade, a equipe visitou o Parque Nacional Serra da Capivara. 

Sediado pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), tem como temática Arqueologia Brasileira em Contexto Contemporâneo: Desafios Políticos, Teóricos e Metodológicos. “Estamos aqui para entender como o município se desenvolve em torno do turismo de Sítios Arqueológicos e também divulgar as nossas potencialidades turísticas neste segmento”, explicou a secretária municipal de Desenvolvimento, Bruna Barbosa, que está acompanhada do chefe de departamento, Erciliomar Furquim, e da engenheira florestal, Maria Aparecida. 
©DIVULGAÇÃO
A equipe esteve com a doutora e mestre em arqueologia, a professora Maria Conceição Lage, a qual apresentou ao grupo Niéde Guidon, a arqueóloga mais importante do Brasil, reconhecida mundialmente por seu trabalho em preservar os vestígios dos primeiros homens das Américas. “Além de conhecer e aprender muito com estas pesquisadoras, tivemos a chance de doar à Universidade o livro sobre as escavações que foram realizadas em Alcinópolis em 2016, por pesquisadores da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), coordenados pelo professor, doutor Rodrigo Simas, que servirá como material científico”, ressaltou Bruna. 

Além de participar do Simpósio e visitar lugares como o Museu do Homem Americano e Museu da Natureza, ambos idealizados por Niéde Guidon, a equipe da Semudes conheceu a fabrica de cerâmica, liderada pela pesquisadora, que hoje emprega 60 moradores locais. “Aqui é tudo muito lindo, estamos encantados com a história da humanidade”, disse a secretária. 
©DIVULGAÇÃO
Sobre a pesquisadora – O Brasil possui além de suas belezas naturais, reconhecidas pelo mundo todo, muitos sítios arqueológicos que colaboram para o conhecimento mundial sobre as migrações e história do homem. Mas essas riquezas de conhecimento não foram preservadas sozinhas, tiveram colaboração de muitos pesquisadores brasileiros e estrangeiros para proteger essas regiões de caçadas e destruições, como da arqueóloga brasileira Niède Guidon. 

Seu trabalho é reconhecido mundialmente, mas é no sertão do Piauí que Niéde luta há mais de 40 anos por mais recursos para preservar o Parque e ainda conseguir transformar a isolada e empobrecida região do município de São Raimundo Nonato em um polo turístico. 

Foi ela quem lutou por diversas iniciativas para a criação de centros comunitários e foi uma das vozes mais ativas na tentativa de transformar a região em polo turístico para viabilizar não só o parque, mas as comunidades carentes locais. 

Guidon já recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais, como a medalha comemorativa dos 60 anos da UNESCO, em 2010, pela relevância de suas pesquisas e trabalho em preservação e divulgação dos patrimônios culturais da humanidade. Também possui uma extensa publicação em livros e periódicos nacionais e estrangeiros, como a Nature e muitas outras.

Por: Nathália Barbosa