TROFÉU DEPUTADO NÉLSON TRAD| Prefeitos são homenageados pela União de Câmaras de Vereadores - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

29/03/2019

TROFÉU DEPUTADO NÉLSON TRAD| Prefeitos são homenageados pela União de Câmaras de Vereadores

©DIVULGAÇÃO
Vários prefeitos de Mato Grosso do Sul foram homenageados pela UCVMS (União de Câmaras de Vereadores do Estado de Mato Grosso do Sul) na noite da última quinta-feira (28), durante ato festivo ocorrido no Grand’ Mere Buffet, em Campo Grande. 

Como parte da programação, a UCVMS entregou as personalidades de destaque homenageadas, o Troféu Deputado Nelson Trad, falecido na Capital no dia 7 de dezembro de 2011. 

Além de gestores públicos e políticos que exercem cargos eletivos, a honraria foi entregue a empresários, jornalistas e parceiros da entidade que congrega os vereadores. 

De acordo com os organizadores, o evento foi em comemoração aos 22 anos de fundação da UCVMS, criada em 1997. 
©DIVULGAÇÃO
Receberam o Troféu Nelson Trad os prefeitos Pedro Caravina (Bataguassu), presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Waldeli dos Santos Rosa (Costa Rica), João Carlos Krug (Chapadão do Sul), Vanderley Bispo (Japorã), Valdomiro Sobrinho (Mundo Novo), Itamar Bilibio (Laguna Carapã) e Eder Wilson França Lima, o Tuta ( Ivinhema). 

Também foram homenageados pela entidade os senadores Nelsinho Trad (PSD-MS) e Álvaro Dias (Podemos-PR), a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o deputado federal Fábio Trad (DEM-MS), o presidente da Famasul, Maurício Saito, o presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, e o desembargador do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Alexandre Bastos. 

Foram homenageados ainda outros empresários, jornalistas, prefeitos e vereadores que tiveram atuação destacada durante o ano de 2018. 

Nélson Trad 

Nelson Trad nasceu na cidade de Aquidauana no dia 30 de outubro de 1930 e morreu em Campo Grande no dia 7 de dezembro de 2011. Foi um dos mais brilhantes advogados de Mato Grosso do Sul, professor universitário e exerceu os cargos de vice-prefeito de Campo Grande, deputado estadual e deputado federal, eleito pelo Mato Grosso indiviso e depois pelo estado de Mato Grosso do Sul. 

Foi cassado pela ditadura militar quando era vice-prefeito de Campo Grande (1964) e só retornou á lide política no fim da década de 1970 (1979) quando foi assinada a anistia pelo então presidente general João Baptista Figueiredo. 

Filho do cônsul libanês Assaf Trad e de Margarida Maksoud, imigrantes libaneses, casou-se com Therezinha Mandetta e teve cinco filhos: Fátima, Maria Thereza, Marquinhos, Fábio e Nelsinho, sendo os três últimos também políticos. 





Por: Willams Araújo