Showtec 2019: Saito apresenta demandas do setor produtivo e destaca perfil sustentável do agro sul-mato-grossense na abertura do evento - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

16/01/2019

Showtec 2019: Saito apresenta demandas do setor produtivo e destaca perfil sustentável do agro sul-mato-grossense na abertura do evento

Mais de 25 presidentes dos sindicatos rurais prestigiaram o evento

©DIVULGAÇÃO
A desburocratização do acesso a créditos agrícolas foi um dos assuntos destacados pelo presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, durante a abertura da Showtec 2019, nessa quarta-feira (16), em Maracaju. O evento contou com a presença de mais de 400 pessoas, entre produtores rurais, representantes políticos do estado e do país, pesquisadores e profissionais da área. 

“Precisamos encontrar alternativas e possibilidades de créditos a todos os produtores rurais”, acrescentou Saito, reforçando a união do setor produtivo confirmada com a participação de mais de 25 presidentes de sindicatos rurais de Mato Grosso do Sul. 

Saito falou, ainda, do perfil sustentável do produtor rural: “Graças ao trabalho do homem pantaneiro, Mato Grosso do Sul tem potencial no ecoturismo. Além disso, o setor é fundamental para o desenvolvimento econômico, considerando que MS é um dos seis estados brasileiros com projeção de aumento no PIB”. 

O presidente da Fundação MS, instituição realizadora da feira, Luciano Mendes, destacou a importância da pesquisa científica para o agro. “A cada R$ 1,00 investido em ciência, o retorno é de R$ 20,00 para a sociedade”. 

Em seu discurso, o presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke, falou das consequências da estiagem prolongada que já compromete 11% da produtividade de soja. “Algumas tecnologias, com o plantio direto, nos dão segurança para suportar e passar por esse atual momento”.

O presidente da Embrapa Nacional, Sebastião Barbosa, enfatizou a presença de representantes de quatro unidades de pesquisa no evento. “Nossa missão é nos aproximarmos do produtor. O Brasil mudou e a Embrapa também”. 

Representando a ministra da Agricultura, Tereza Cristina Côrrea Costa Dias, o secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, Fernando Camargo, citou os números do agro. “O país produz mais de um bilhão de toneladas de alimentos e para aumentar a produtividade é preciso de inovação e novas tecnologias”. 

Para o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, o trabalho da comunidade científica eleva a produtividade rural. “Devemos muito ao setor agropecuário e temos, portanto, a obrigação de diminuir o entrave e as amarras que impedem a competividade do setor”. 

Participaram do evento, o vice-presidente do Sistema Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes; o diretor-secretário da Federação, Frederico Stella; o diretor-tesoureiro, Marcelo Bertoni; a 2ª diretora-secretária, Thaís Carbonaro Faleiros; a diretora técnica, Mariana Urt e do diretor executivo da Aprosoja/MS, Frederico Azavedo.

O secretário de Gestão Estratégica, Eduardo Riedel e o secretário da Semagro, Jaime Verruck; o prefeito municipal, Maurilio Azambuja; o senador, Nelson Trad Filho; os deputados estaduais, Felipe Orro, Enelvo Felini, Gerson Claro, Zé Teixeira e Paulo Correa; o presidente da OCB/MS, Celso Ramos Régis; presidente da Câmara Municipal de Maracaju, Hélio Albarello; reitor da UEMS, Fábio Edir; presidente da Fiems, Sérgio Longen, presidente do Sicredi Brasil Central, Celso Figueira; superintendente regional do Banco do Brasil, Adriano Henrique da Silva Boing; presidente da Federação do Plantio Direto na Palha e Irrigação, Jônadan Hsuan Min Ma; superintendente do Sebrae Mato Grosso do Sul, Claudio Mendonça; entre outros. 

Representantividade Rural – Estiveram presentes os presidentes dos sindicatos rurais: Cristiano Binz (Maracaju); Edy Elaine Tarrafel (Novo Horizonte do Sul e Ivinhema – 2ª diretora-secretária da Famasul); Rodrigo Lorenzeti (Amambai); Lauri Dalbosco (Chapadão do Sul); Ruy Fachini Filho (Campo Grande); Massao Ohata (Miranda e Bodoquena); Otávio Viera de Mello (Itaporã); Vilson Brusammarello (São Gabriel do Oeste); Lúcio Damália (Dourados); Dário Antônio Gomes Silva (Fátima do sul); Eduardo Sanchez (Aparecida do Taboado); Roseli Ruiz (Antônio João); Leandro Acioly (Bela Vista); José Pereira da Silva (Jateí); André Cardinal (Ponta Porã); Telma Menezes (Nova Alvorada do Sul); Nilo Alves Ferraz (Paranaíba); Jesus Cleto (Guia Lopes da Laguna); Ivan Carrato (Três Lagoas); José Roberto Scalabrini (Pedro Gomes); Elza Maria Trevellin (Bonito); João Nelson Lyrio (Bandeirantes); Luciano Aguillar Rodrigues Leite (Corumbá); José Calderan Bordin (Caracol); Cláudio Pradella (Douradina); Edgar Yamato (Glória de Dourados); Luciano Cargnin Manfio (Rio Brilhante).


Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul 
Por: Ana Brito