PONTA PORÃ| Hospital Regional encerra o ano com mais de 67 mil pacientes atendidos - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

26/12/2018

PONTA PORÃ| Hospital Regional encerra o ano com mais de 67 mil pacientes atendidos

A unidade é referência e atende aos oito municípios da microrregião de Ponta Porã

©DIVULGAÇÃO
O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto (Hospital Regional de Ponta Porã) encerrou o ano de 2018 com mais de 67.700 atendimentos realizados. De acordo com os dados repassados do Hospital para o Ministério da Saúde, foram realizadas no período de janeiro a novembro deste ano 2.055 cirurgias, 151 mil procedimentos ambulatoriais e 5.200 internações nas unidades de Clínica Médica, Clínica Ortopédica, Clínica Cirúrgica, Clínica Obstétrica e Clínica Pediátrica. Na UTI (Unidade de terapia Intensiva), foram registradas 582 internações. A unidade é referência de atendimento para os municípios de Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Ponta Porã, Sete Quedas e Tacuru, que juntos compreendem uma população de mais de 200 mil habitantes. O Hospital Regional de Ponta Porã também concluiu o ano com novas ações para diminuir a fila de cirurgias eletivas na região.

O diretor técnico do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, João Ângelo Oselame Hoffmann, ressalvou as conquistas da unidade este ano. “Em 2018 vivenciamos várias conquistas no Hospital, tais como: a habilitação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), aumento do número de cirurgias diversas e aumento das eletivas, também tivemos vários relatos de pacientes elogiando o atendimento prestado, refinanciamento do contrato do Hospital, tento em vista que ele superou as expectativas do contrato de gestão inicial, e assim conseguimos demonstrar junto ao Ministério Público e a Secretaria Estadual de Saúde o trabalho que está sendo realizado e o aumento da demanda. Para o ano de 2019, o novo desafio é aprimorar o trabalho que estamos realizando, e partir de vez para as cirurgias eletivas para podermos especializar mais o nosso Hospital, trazendo mais profissionais de subespecialidades cirúrgicas para atendimentos e se destacar como referência de microrregião, sendo um exemplo para o Estado de Mato Grosso do Sul”, enfatizou o diretor.

Após passar aproximadamente 90 dias internada no Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, a vendedora Luzia Silva recebeu alta do setor de ortopedia e elogiou o atendimento que recebeu durante quase os três meses de tratamento. A vendedora deu entrada no pronto socorro após ter sofrido um acidente de moto, e durante o período em que ficou hospitalizada, passou por fisioterapia, atendimento psicológico, cirurgias e tratamentos com medicamentos.

“Estou feliz e triste ao mesmo tempo por estar indo embora do Hospital, pois em todo esse tempo aqui se tornou minha segunda casa. Fui muito bem tratada por todos e fiz amigos que levarei comigo para vida toda. Fiquei conhecida aqui na ortopedia e a gente acaba fazendo amizade, você percebe que eles se importam com seu bem estar, isso é humanização. A comida era ótima, tudo muito limpo e a equipe de médicos e enfermeiros sempre bem atenciosos comigo. Minha recuperação foi um sucesso e as sessões de fisioterapia me ajudaram muito a recuperar os movimentos da perna. Só tenho a agradecer a todos pela carinho e cuidado”, disse Luzia. 

“Gostaria de agradecer as equipes de enfermagem da pediatria pelo comprometimento com o trabalho ali realizado, porque essas pessoas que fazem a diferença na vida das pessoas e driblam as adversidades, tornando a vida dos pacientes e familiares mais leves. Toda equipe faz o trabalho com muita satisfação, a hotelaria e limpeza que fazem um serviço impecável, a alimentação sempre procurando atender a necessidade de cada paciente e também os médicos, pela ética profissional e empenho. Meu filho se recuperou bem e só tenho que agradecer a todos do Hospital Regional de Ponta Porã”, relatou Glorialice Aguiar, que acompanhou o filho Guilherme durante a internação na ala de pediatria para realizar uma cirurgia no braço.

A autônoma Soraia Safadi, mãe da estudante de 14 anos Amira Safadi, relatou no questionário de satisfação do usuário a experiência que obteve com a filha no Hospital Regional de Ponta Porã. “Minha filha sentia cólicas abdominais há alguns meses, mas esse ano se intensificaram, até que em uma das crises levei ela ao pronto socorro. Chegando lá não demoramos nem 15 minutos para sermos atendidas, pois as dores dela estavam muito fortes e encaminharam rapidamente para a sala vermelha. Ela passou pelos primeiros atendimentos, e realizou diversos exames como de sangue, raio-X e também uma tomografia, que confirmou que ela tinha pedra nos rins. Após a confirmação, já encaminharam para interná-la na pediatria e aguardamos a cirurgia. Gostaria de agradecer a toda a equipe do Hospital, que trataram muito bem a minha filha. já tive outras experiências no hospital e também foram positivas, e me trataram com muito respeito. Hoje minha filha está se recuperando em casa e livre de dor”, contou.

O Hospital oferece atendimento de baixa e média complexidade nas unidades de internação (Clínica Médica, Clínica Ortopédica, Clínica Cirúrgica, Clínica Obstétrica e Clínica Pediátrica) e UTI adulto. No Centro Cirúrgico são realizadas cirurgias de médio e pequeno porte e Pronto Atendimento em regime de livre demanda ou referenciada. Em 2018 foram realizadas 1 .422 cirurgias de urgência e 411 cirurgias eletivas.

Na área de imagem, são oferecidos exames de Raio-X Convencional, Tomografia Computadorizada, Ultrassonografia e Eletrocardiograma e também oferece exames laboratoriais, que são realizados no próprio Hospital. 

Por: Leonardo Cremer