Câmara devolve R$ 7 milhões do duodécimo para a Prefeitura de Campo Grande - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

20/12/2018

Câmara devolve R$ 7 milhões do duodécimo para a Prefeitura de Campo Grande

©DIVULGAÇÃO
A Câmara Municipal de Campo Grande vai devolver R$ 7 milhões do duodécimo à Prefeitura neste ano. Mesmo com a reforma do prédio do Legislativo, a Casa de Leis conseguiu economizar e devolver R$ 1 milhão a mais em relação ao ano anterior. O balanço dos trabalhos dos vereadores foi apresentado na Tribuna nesta quinta-feira (20), pelo presidente da Câmara, vereador Prof. João Rocha, última sessão ordinária de 2018. 

Ele enfatizou o trabalho conjunto, de vereadores e servidores, para gerar essa economia. “Isso se chama gestão, responsabilidade com dinheiro público. Não se faz gestão se não tiver equipe unida, então todos tem sua parcela de contribuição. A economia começa no micro, onde cada cidadão tem consciência de cada centavo de dinheiro público aplicado”, afirmou. O presidente destacou que o prefeito Marquinhos Trad definirá onde investir o recurso na Capital. 

O vereador Prof. João Rocha apresentou ainda outros dados relacionado às ações da Câmara no decorrer do ano. Ao todo, foram cerca de 43 mil indicações encaminhadas, com pedidos de melhoria feitas pelos vereadores em todos os bairros da cidade, aumento de 266% em relação ao primeiro ano da Legislatura anterior e 500% se comparado ao primeiro ano da Legislatura 2009-2012. 

“Como isso chega? Como acontece? O vereador vai ao bairro, recebe pessoas, temos aplicativo para que a população possa ter acesso aos vereadores. Isso é trabalho”, afirmou. Ainda, foram promovidas 34 Audiências Públicas na Câmara para debater diferentes assuntos de interesse da população. 

No decorrer do ano, foram 171 aprovações de Projetos de Lei, Projetos de Lei Complementar e Projetos de Resolução. Ainda, somam-se 80 Projetos de Lei de autoria da Prefeitura aprovados. “Muitos que geraram desgaste para o vereador, mas foram ferramentas que ele precisa para trabalhar”, disse. Desse total, foram R$ 153,4 milhões de investimentos aprovados por meio do Programa de Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (Prodes), oferecendo oportunidade de emprego e renda, atraindo empresários para a cidade. 

Também, foram aprovados 13 projetos sobre reajustes salariais, incorporações, gratificações de vários servidores, a exemplo de enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliadores de enfermagem, médicos, Polícia Municipal, engenheiros, arquitetos, odontólogos, médicos veterinários, auditores fiscais, auditores de serviços de saúde, analistas de regulação, analistas de regulamentação, profissionais da educação, e servidores da referência 14-B. “Foram aumentos merecidos, que passaram por essa Casa e entendemos que era necessário. É Justiça com aquele que trabalha e produz”, esclareceu o vereador. 

Dentre as ações promovidas, o presidente da Casa de Leis falou ainda do quarto concurso público da Câmara, com 42 convocados. Ele garantiu ainda que no dia 28 deste mês todos aprovados dentro das vagas serão chamados. 

ASSECOM