“São qualificados e vão ajudar MS”, diz Reinaldo sobre ministros do Estado - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

19/11/2018

“São qualificados e vão ajudar MS”, diz Reinaldo sobre ministros do Estado

Tereza Cristina foi confirmada para o ministério da Agricultura no dia 8 de novembro; Mandetta é cogitado

Governador Reinaldo Azambuja durante entrevista na manhã desta segunda-feira ©Leonardo Rocha
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) diz ter ficado satisfeito com a confirmação da deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS) para o ministério da Agricultura e possibilidade do deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) assumir o ministério da Saúde.

“Ambos são qualificados e vão ajudar tanto Mato Grosso do Sul quanto o Brasil”, disse durante agenda pública nesta segunda-feira (19).

Reinaldo completou dizendo os parlamentares conhecem bem suas áreas de atuação e espera que deem atenção especial para o Estado. “A Tereza entende de produção, agropecuária e agricultura familiar, Mandetta teve participação importante no Congresso Nacional. Os dois são bons quadros”.

Ministra – Tereza Cristina foi confirmada para o ministério da Agricultura no dia 8 de novembro.

Produtora rural e engenheira agrônoma, ela comandou o Senar-MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Estado) e atuou nas diretorias da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado), Acrissul (Associação dos Criadores) e dos sindicatos rurais de Sonora, Campo Grande e Terenos; já ocupou a pasta de Produção e Turismo na gestão de André Puccinelli (MDB), acumulando também o comando da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e exerce seu primeiro mandato como deputada federal –já sendo alçada ao comando da FPA.

Indicação – No dia 12 de novembro, o presidente eleito disse à Agência Brasil que está examinando o nome de Mandetta. O deputado federal nega que esteja negociação com Bolsonaro.

Ex-diretor da Santa Casa de Campo Grande e da Unimed, ele foi secretário municipal de Saúde da Capital e, em 2010, foi eleito para o primeiro mandato na Câmara dos Deputados, onde se reelegeu quatro anos depois. Já integrou as comissões de de Seguridade Social e Família, Educação e Pessoas com Deficiência, sendo também representante do Congresso no Mercosul, entre outras atribuições.

Fonte: campograndenews
Por: Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha