Por que as mulheres americanas estão tendo menos filhos - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

16/11/2018

Por que as mulheres americanas estão tendo menos filhos

©DIVULGAÇÃO
O Governo Trump, o qual está há 2 anos na Casa Branca, é famoso pela suas posições anti imigração, chegando mesmo a afirmar durante sua campanha em 2016 que quando no governo iria construir um muro na fronteira com o México. Ao mesmo tempo, o fluxo imigratório não pára de acontecer, o que está levando a pessoas da América Latina e Central a uma crise humanitária, deixando suas casas para irem a pé até os Estados Unidos da América sem as principais, ou até as mínimas condições humanas. 

Um ponto bastante relevante e que vai de encontro à política anti imigratória de Trump é que as taxas de natalidade americana só diminuem. Enquanto grande parte das americana não querem ter filhos, há centenas de milhares de mulheres que querem ter os seus filhos por lá. Além dessas populações de refugiados que tentam chegar à fronteira a pé, no Brasil o perfil é de famílias brasileiras que chegam a gastar quase 200 mil reais para ter um filho com cidadania americana. Em ambos os casos, é possível. 

Tanto os Estados Unidos da América como o Canadá permitem cidadania por nascimento, mas é importante ressaltar que os pais não tem direito de residir. Para essas famílias brasileiras isso não é um problema, ao contrário acontece entre os imigrantes dos outros países. As famílias brasileiras pensam em um futuro melhor para os seus filhos com uma dupla cidadania, enquanto as famílias de imigrantes querem um presente melhor para si e para todos os seus membros familiares. 

Segundo dados estatísticos as americanas estão tendo menos filhos com uma média de menos de 2 filhos por mulher em 2017. Isto é resultado de vários fatores entre eles: presença de cada vez mais mulheres num mercado de trabalho competitivo, altas taxas de pessoas que vivem sozinhas entre a faixa etária dos 18 a 35 anos, e também o conceito de realização profissional e pessoal em primeiro lugar. 

Voltando à pergunta: Por que as mulheres americanas estão tendo menos filhos? Essas taxas são uma reflexo da sociedade atual americana a qual está focada no mercado de trabalho como também da política do governo americana em relação à imigração. Um relatório oficial do governo afirmou que as taxas de natalidade são as menores nas últimas três décadas, este estudo avalia as taxas de reprodução americanas tanto nas zonas rurais como nas grandes metrópoles. 

Mesmo assim, o governo de Trump quer aumentar ainda mais a sua política anti imigração, terminando a cidadania por nascimento, por exemplo, fora todas as ações que estão sendo planeadas, ou já foram executadas, tanto para restringir a entrada a quem quer imigrar para o país, como também para expulsar muitos imigrantes que entraram no país há décadas. 

O lado positivo dessa baixa taxa de natalidade é que a economia americana tem crescido com essa nova forma de organização da sociedade, as mulheres estão sendo uma força importante no crescimento de diversos segmentos, tanto como produtoras como também consumidoras, estando presentes em todas as cadeias de produtividade e lutando para ampliarem ainda mais essa presença dentro da sociedade patriarcal. 

----