MS Agro: Deputado Felipe Orro vê cenário de grandes oportunidades para agronegócio do Estado - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

22/11/2018

MS Agro: Deputado Felipe Orro vê cenário de grandes oportunidades para agronegócio do Estado

©DIVULGAÇÃO
A ascensão da deputada federal Tereza Cristina ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é o principal de uma série de fatores que transformam o cenário atual extremamente favorável para o agronegócio sul-mato-grossense. A avaliação é do deputado estadual Felipe Orro (PSDB), ao falar sobre o setor durante o evento MS Agro 2018, realizado pela Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul), na noite desta quarta-feira (21), em Campo Grande.

Mais de 300 pessoas – em geral produtores rurais – participaram do evento, que trouxe a Campo Grande o professor da Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, Felippe Serigatti; o cientista político, mestre e doutor pela PUC-SP, professor Carlos Melo, em um talk show mediado pelo jornalista William Waack.

“Com uma produtora rural experiente, capacitada, respaldada pela classe, como Tereza Cristina no Ministério da Agricultura e Pecuária, e com todas as medidas tomadas nos últimos anos pelo governo do Estado para transformar Mato Grosso do Sul em uma potência do agronegócio, vejo um cenário extremamente positivo, chegou o momento de deslanchar nossa agroindústria, viabilizar projetos estratégicos de logística. A hidrovia, as ferrovias, todas essas iniciativas há muito debatidas, agora devem sair do papel. Teremos um crescimento vertiginoso”, afirmou o deputado.

Opinião idêntica teve o presidente da Famasul, Maurício Saito. “O MS Agro acontece em um momento muito importante do nosso País, considerando o sentimento de otimismo por parte do setor produtivo. Há uma necessidade de restruturação não só no estado de Mato Grosso do Sul, mas no nosso país. Nossa principal indagação é de como solucionar todos esses problemas, partindo do princípio da necessidade de atuação efetiva de cada cidadão, nesse compromisso de reestruturar, fazer e apoiar as reformas necessárias”.

O professor Felippe Serigatti, que em sua palestra abordou o tema: ‘Cenários para a Economia Brasileira e para o Agronegócio sob a ótica do Novo Governo’, aponta para os desafios que o país precisa enfrentar a fim de superar a situação atual e essa solução passa, definitivamente, pelo agronegócio: “Ao contrário do que se diz, o Brasil não é um País rico. Apesar de sermos a oitava riqueza do mundo, temos a quinta maior população mundial, sendo assim, temos uma renda per capita reduzida”, ressaltou.

Já o cientista político Carlos Melo falou sobre ‘Tendências na Política Brasileira sob a ótica do Novo Governo’, onde elencou fatores que geram instabilidade nacional e inspiram desafios para os próximos anos: “politização da Justiça, intolerância política, insegurança pública e crise de liderança política”. De acordo com Mello, o cenário citado ocorre não apenas no Brasil, mas em todo o mundo e cria um cenário político desfavorável.

O evento teve apoio da Aprosoja/MS e da Aprosoja Brasil, com o patrocínio do Senar/MS, da Caixa Econômica Federal, do Sistema OCB/MS, da Abiove, da Granos Corretora, do Sebrae/MS e da Monsanto.

ASSECOM