Em Nova Alvorada do Sul, Senar/MS forma turma de jovens aprendizes no curso Administração Rural - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

23/11/2018

Em Nova Alvorada do Sul, Senar/MS forma turma de jovens aprendizes no curso Administração Rural

©DIVULGAÇÃO
Com 22 alunos, a primeira turma do programa SEJA (Senar Jovem Aprendiz Rural), ministrada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Senar/MS em Nova Alvorada do Sul, se formou na manhã desta quinta-feira (22) com mais da metade dos jovens já sob o olhar da usina de cana-de-açúcar do município onde realizaram as atividades práticas. O curso de Administração Rural teve duração de 11 meses com apoio do Sindicato Rural de Nova Alvorada do Sul, em parceria com a usina Atvos e a Prefeitura Municipal.

“O objetivo do SEJA é formar e capacitar o jovem para que ele fique apto para procurar o primeiro emprego e já ofereça para a empresa uma experiência para iniciar. Ele torna o jovem apto para que consiga um primeiro emprego. Nós ajudamos o jovem a dar o primeiro passo”, explicou Luciana Beretta, Gerente Educacional do Senar/MS, ressaltando que o sucesso do programa se concretiza com a grande quantidade de alunos já encaminhados ao mercado de trabalho, bem como as parcerias feitas nos municípios.

“A empresa tem um ano para ficar com esse aprendiz dentro da própria instituição, verificando perfil, formando-o e muitas vezes moldando esse jovem para o perfil profissional que ela necessita. Então a maioria deles felizmente está sendo absorvido pela própria empresa onde fez a capacitação”, completou.

Leonardo Barrios, de 23 anos, é um desses jovens formandos no curso e que está com expectativa de ser selecionado pela empresa em 2019. Formado em Ciências Contábeis, o aluno afirma que vai abraçar a oportunidade com todas as forças.

“Quando comecei na capacitação estava cursando Ciências Contábeis. Formei durante o curso e a oportunidade que a usina deu para a gente foi muito boa, ainda mais para mim, porque entrei no setor que tinha formação, que era de Planejamento e Custos. Entrei no curso pensando no meu currículo profissional, que poderia lá dentro mostrar minha capacidade para arrumar uma coisa melhor. Não esperava que seria tão rápido assim, fiquei muito contente quando me ligaram e vou abraçar a oportunidade”, disse.

Além de dar um primeiro passo para alguns como profissionais, o SEJA também serviu como forma de enriquecer o currículo de outros, que já cursavam faculdade, por exemplo. “São jovens para ingressar no mercado de trabalho com qualificação e oportunidade numa empresa com representatividade grande no nosso município e no Estado. É uma forma deles ingressarem e boa parte está cursando faculdade. É uma forma de se destacar e crescer dentro da empresa. Uma forma do jovem aprender dentro do mercado de trabalho e ser moldado às necessidades da empresa”.

O gerente de pessoal e administrativo da Atvos, David Amorim, ressaltou a importância dos incentivos e parcerias para que programas como o SEJA continuem. “Se a gente não tivesse parceria da prefeitura, órgãos fomentadores do Estado e município não conseguiríamos. É um desafio muito grande chegar no estágio que estamos hoje com 1700 integrantes e mais de quatro mil empregos indiretos, em uma cidade desse tamanho. Você ter mão de obra qualificada para poder tocar uma operação desse porte é complicado fazer sozinho”, afirmou.

FUTURO

A segunda turma do SEJA já deu início às aulas e possui 21 jovens aprendizes matriculados no curso de Mecânico de Manutenção de Tratores. Além dessa, em 2019 há possibilidade de que uma nova turma seja lançada.

“Aqui em Nova Alvorada já estamos com a segunda turma e para o ano que vem já tem no nosso planejamento uma possibilidade de 30 novas turmas em todo Estado. Isso depende das necessidades de demanda de cada empresa. O contato é assim: a empresa possuindo a demanda procura o Sindicato Rural, faz o primeiro contato e via sindicato a demanda chega ao Senar. Então ano que vem vamos conseguir atender novas empresas. Apresentando a demanda nos organizamos para poder ofertar com maior excelência possível”, concluiu a gerente do Senar/MS.


Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul 
Por: Leandro Abreu