Dez anos após lei de fomento ao turismo rural, modalidade é destaque em MS - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

30/11/2018

Dez anos após lei de fomento ao turismo rural, modalidade é destaque em MS

©DIVULGAÇÃO
No final de 2008 o Deputado Marcio Fernandes apresentou uma lei que criava a política de fomento ao turismo rural em Mato Grosso do Sul. A modalidade que começava a despontar timidamente no Estado hoje é uma das atrações mais procuradas por turistas daqui e até de outros estados.

O que define o turismo rural é um conjunto de atividades turísticas desenvolvidas no meio rural, valorizando a cultura, artesanato, gastronomia e hábitos do campo, de forma sustentável, aliado às atividades tradicionais de uma fazenda, muitas vezes mantido pela família. 

“Uma fazenda que produz leite, por exemplo, irá servir em suas refeições o queijo produzido com sua própria matéria-prima, assim como o doce de leite e outros produtos. Em alguns casos o turista até mesmo pode acompanhar o processo de produção, desde a extração do leite da vaca até o produto final”, explica o deputado, ressaltando a importante influência da cultura pantaneira.

Com o tempo, muitas outras atividades do campo passaram a ser incorporadas à rotina do turismo rural, como arvorismo, pesca, cavalgada, observação de aves e banho em rios, lagos ou piscinas, sempre em meio à natureza. “O turista se envolve nas atividades do campo. Há uma diversidade muito grande de opções de diversão e descanso, totalmente alheio à correria cotidiana das grandes cidades”, esclarece Marcio Fernandes. 

Por outro lado, a modalidade se tornou uma opção de diversificar a renda dessas fazendas, aliado à produção, além do resgate das raízes. Nesses lugares, a arquitetura rústica e o modo de vida simples são valorizados. 

O projeto de lei apresentado pelo Deputado Marcio Fernandes estabeleceu um plano estadual estratégico para estimular a modalidade, com diversos incentivos promovidos pelo Governo do Estado.

ASSECOM