CHAPADÃO DO SUL| Inauguração de novo local do Conselho Tutelar e do Procon contou com a presença de autoridades dos três poderes municipais - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

01/10/2018

CHAPADÃO DO SUL| Inauguração de novo local do Conselho Tutelar e do Procon contou com a presença de autoridades dos três poderes municipais

©Divulgação
Na tarde da última quinta-feira, 27, foi inaugurado o novo espaço do Conselho Tutelar de Chapadão do Sul e do Procon Municipal. As duas repartições atendem agora na Av. Quatro, n° 807, entre a Av. Onze e a Rua Treze, local onde era a Secretaria de Educação. 

O novo local dos órgãos é amplo e com acessibilidade, colaborando para o atendimento de todos os munícipes.

O Telefone para contato com o Procon é (67) 99967-0823. Já o telefone para contato do Conselho Tutelar é o (67) 3562-2759 e o telefone de plantão 24h é (67) 99967-0116. O horário de atendimento no local será das 7h às 11h e das 13h às 17h.
©Divulgação
Na oportunidade, estava presente o prefeito de Chapadão do Sul, João Carlos Krug, que parabenizou os servidores municipais pelo empenho e dedicação que o Conselho Tutelar e o Procon realizam nas suas atividades, que são de total importância para o desenvolvimento e progresso do município.

Além do prefeito, estavam presentes: a secretária de Assistência Social Maria das Dores, secretário de Administração Dinho, os vereadores Paulo Lupatini e Vanderson Cardoso, e dos promotores de Justiça Matheus Macedo Cartapatti e Fernanda Proença de Azambuja.

Para os Conselheiros Tutelares a estrutura do novo prédio disponibilizou para que a atuação deles estejam em consonância com as diretrizes do ECA, Estatuto da Criança e do Adolescente, e normas do CONANDA, onde o município deve oferecer espaço físico com mobiliário que comporte a atuação do colegiado e a privacidade dos atendimentos, de forma a evitar prejuízos à imagem e à intimidade das crianças e adolescentes.

Em razão disso, o CONANDA recomenda que a sede do Conselho funcione em local de fácil acesso, preferencialmente já constituído como referência de atendimento à população, e contenha, no mínimo, placa indicativa e sala individualizada para cada uma das seguintes atividades: suporte e recepção ao público; atendimento dos casos e oitiva; serviços administrativos; e exercício das demais atividades dos Conselheiros Tutelares.

ASSECOM