Brasileiro foi morto por dois pistoleiros com tiros na cabeça e no peito - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

19/10/2018

Brasileiro foi morto por dois pistoleiros com tiros na cabeça e no peito

Paulo Dionízio Ribeiro estava sendo ameaçado e andava com segurança; por volta de 13h, recebeu ligação e ao sair na calçada de casa foi executado pelos pistoleiros que estavam em uma moto

Local onde comerciante brasileiro foi executado por pistoleiros, nesta tarde (Foto: Candido Figueredo/ABC Color)
O comerciante brasileiro Paulo Dionizio Ribeiro, 55, executado na tarde desta sexta-feira (19) em frente à casa dele, na Avenida Tenente Herrero, centro de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, foi alvejado a tiros na cabeça, no peito e no braço. Os dois pistoleiros estavam de moto.

Amigos do brasileiro afirmam que ele sofria ameaças, já que recentemente contratou seguranças particulares. Ribeiro (e não Rivero, como informado inicialmente pela polícia paraguaia) era dono de um campo de futebol e da cafeteria e restaurante Miel & Canelas, localizada na área central da cidade, vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.

De acordo com policiais paraguaios, Paulinho, como era conhecido na cidade, tinha acabado de chegar em casa em uma caminhonete Mazda com placa do Paraguai quando recebeu uma ligação no celular e saiu para a frente da casa.

Na calçada, ele foi alvejado pelos pistoleiros e morreu na hora. Ao ver o pai morto, o filho dele entrou em pânico, assim como outros familiares que chegaram ao local do crime.

Violência sem fim – Paulo Ribeiro é a 12ª vítima dos crimes de pistolagem em Pedro Juan Caballero em oito dias.

Só de terça-feira à noite até esta tarde foram cinco pessoas assassinadas na capital do Departamento de Amambay e cidade-gêmea de Ponta Porã, onde também ocorreu uma execução, na quarta-feira à tarde.


Fonte: campograndenews
Por: Helio de Freitas, de Dourados