Siufi quer solução para 46 famílias de Rio Verde que correm risco de despejo - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

25/09/2018

Siufi quer solução para 46 famílias de Rio Verde que correm risco de despejo

Dr. Paulo Siufi protocolou ofício à Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso do Sul informando a situação

©Luciana Nassar 
Em defesa de 46 famílias carentes do município de Rio Verde de Mato Grosso, o deputado estadual Dr. Paulo Siufi (MDB) subiu à tribuna durante a sessão plenária desta terça-feira, 25. O parlamentar quer que o Poder Público intervenha na situação de moradia dessas pessoas, que correm o risco de serem despejadas de suas casas.

Segundo o deputado, em visita ao município neste final de semana tomou ciência dos fatos. “As famílias vivem naquele local há anos, pagando seu aluguel corretamente para um cidadão de codinome ‘Pelé’, que foi preso por tráfico e, desde 2014, não é mais o titular da área, a qual passou a ser da União. Por esse motivo, as famílias receberam uma notificação informando que devem deixar suas residências em 90 dias. São pessoas carentes, idosos, cadeirantes, pessoas trabalhadoras e honestas, que precisam de um lugar pra ficar”, contou o deputado.

A situação veio à tona quando uma ex-funcionária da Câmara Municipal de Rio Verde, que recebia as indicações de ligação de água e energia, constatou a irregularidade do terreno. “O que me indigna é que a Prefeitura foi notificada pelo Ministério do Planejamento, mas não manifestou qualquer interesse em realizar permuta da área ou outro meio de resolver o embate, permitindo, por omissão, o despejo dessas famílias”, afirmou.

De acordo com o deputado, por ter exposto a situação e por estar dando apoio aos moradores, um vereador utilizou a tribuna da Câmara de Vereadores para dizer que ela não deveria ficar ao lado das famílias, pois perderia seu emprego. “E foi exatamente isso o que aconteceu. Isso é uma falta de bom-senso e de respeito pela população que mais precisa. Alguém precisa levantar a bandeira e defender essa gente. Por isso, vou protocolar hoje mesmo um ofício à OAB [Ordem dos Advogados do Brasil] seccional Mato Grosso do Sul, informando a situação”, garantiu o deputado.

Siufi informou que entrará em contato com o ministro da Casa Civil, Carlos Marun, para que ele e sua equipe capitaneiem a discussão com o Município para resolver a situação. “Peço também que esta Casa de Leis encontre uma maneira de solicitar a prorrogação do prazo ou a permuta com a União para que essas famílias não sejam despejadas”, finalizou Dr. Paulo Siufi.

Fonte: ASSECOMPor: Adriana Viana