Prefeitura abre cadastro de fornecedores para novo sistema de compras e licitações - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

17/09/2018

Prefeitura abre cadastro de fornecedores para novo sistema de compras e licitações

©Reprodução
A Prefeitura de Campo Grande, a partir desta segunda-feira (17), convoca todos os fornecedores interessados em participar das Compras Públicas Municipais para realizar/atualizar seu cadastro junto ao E-Fornecedor. O novo sítio virtual faz parte do Sistema Integrado de Gestão Administrativa (SIGA), cuja implantação vai garantir, além da modernização dos processos licitatórios, maior celeridade e eficiência, assegurando a redução dos custos nas áreas de suprimentos e logística do Município.

Com isso, o fornecedor interessado em participar dos certames terão que realizar, obrigatoriamente, o Cadastro, que será feito, exclusivamente, por meio digital, no endereço http://compras.campogrande.ms.gov.br/efornecedor/, disponível no site da prefeitura e no Portal do Cidadão. Após efetivar o cadastro, esses fornecedores passarão a receber notificação sobre a abertura de licitações e compras diretas.

Quem tiver dúvidas sobre o cadastramento da nova ferramenta poderá entrar em contato com a Dicom nos telefones 0800 722-2701 ou (67) 3303-2730. A prefeitura disponibilizou também o e-mail cadastro.dicom@seges.campogrande.ms.gov.br.

De acordo com o diretor-geral de Compras e Licitação (Dicom), Ralphe Cunha, a atual gestão municipal reuniu em um só ambiente todas as informações e serviços corporativos relacionados às aquisições públicas de bens e materiais e a contratação de obras e serviços pelos órgãos e entidades do Município de Campo Grande.

“Um bom sistema de gestão de compras deve também contemplar as múltiplas perspectivas de resultado como eficiência, eficácia, efetividade e economicidade. O Siga é uma ferramenta que garante maior autonomia ao gestor e dá mais transparência, segurança e impessoalidade nos processos licitatórios que poderão, inclusive, serem acompanhados em tempo real tanto pelos fornecedores quanto pela sociedade”, explica Ralphe.

O diretor de Compras ressalta que a Prefeitura de Campo Grande, ao longo da atual gestão, vem realizando uma verdadeira transformação em suas estruturas operacionais e estratégicas, a fim de reduzir tempo, gastos e prestar um serviço de qualidade aos cidadãos.

“A busca pela eficiência na função Logística de Suprimentos levou à necessidade da implantação do Siga, cujo conceito adota um modelo padronizado por meio de uma ferramenta moderna – via web -, a qual possibilita maior controle e visibilidade dos processos. Com a digitalização de todo esse processo será possível reduzir pela metade o tempo que duraria todo o certame, além de uma redução significativa dos custos, gerando economia nas compras públicas”, afirma Ralphe.

Com o recadastramento dos fornecedores, através do E-Fornecedor, a prefeitura começará no dia 1º de outubro a executar as aquisições de três pastas: Funesp, Agetran e Agetec pelo meio eletrônico. A expectativa para implantação da nova modalidade de compras por meio digital nas demais secretarias e órgãos do município é até o próximo semestre.

Implantação

O novo sistema foi adquirido por meio de uma concessão do Governo Estadual de Mato Grosso do Sul e vai permitir ao Executivo Municipal obter informações relevantes para tomada de decisões e planejamento estratégico.

De acordo com o diretor-presidente da Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação, Paulo Fernando Garcia Cardoso, o projeto consiste em promover uma verdadeira transformação na área de Logística de Suprimentos da Prefeitura de Campo Grande, abrangendo mudanças nos processos, estrutura organizacional e tecnologias.

“A ideia principal é implantar melhores práticas de gestão para compras, registros de preços, contratos, estoques, fornecedores, catálogo de itens e banco de preços. Com isso será possível gerar economia no custo total de aquisição, dando maior agilidade e transparência dos processos de compra e reduzindo as perdas nos recursos logísticos”, justifica Cardoso.

O diretor de Tecnologia de Campo Grande explica que o Siga permite a integração dos sistemas de gestão e de administração pública. “A atual gestão municipal tem a preocupação em executar ações pensando lá na frente, motivo pelo qual já temos um projeto para implantar nova ferramenta tecnológica também nos setores de almoxarifado e patrimônio.”

Eficiência e Gestão de compras

O diretor de Projetos em Tecnologia da Informação da Agetec, Luiz Cezar Ribeiro, um dos responsáveis pela implantação do Siga, pondera que um processo de aquisições eletrônicas não pode restringir-se a análise apenas da execução da licitação, ou seja, ao Pregão Eletrônico por si só.

“As ferramentas modernas devem integrar todos os elos da cadeia de suprimentos, desde a identificação da necessidade até a gestão do consumo. Neste sentido, foram definidas políticas e adotadas metodologias para cada competência da Logística de Suprimentos, a fim de viabilizar a transformação do modelo operacional do Município, como a gestão de catálogo de materiais e serviços, por exemplo”, explica Ribeiro.

Neste sentido, o diretor de Compras e Licitações avalia que essa gestão de catálogo de acordo com as melhores práticas adotadas por cada secretaria ou órgão municipal é fator fundamental de sucesso para fortalecer as demais competências de suprimentos e o planejamento estratégico da cadeia de abastecimento.

“A gestão municipal tem buscado ferramentas que permitam estruturar esta competência de forma a atender às necessidades de catalogação de novos itens, padronização da descrição dos materiais e serviços e manutenção da qualidade das especificações. Com isso vamos ter uma padronização dos termos de referência de compras através de um banco de dados que vai catalogar esses materiais. Isso vai tornar muito mais rápido o processo de compra para qualquer órgão municipal”, finaliza Ralphe Cunha.(Assessoria).

Por: Diego Alves