Em entrevista à UEMS, Odilon defende autonomia universitária e orçamento maior - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

27/09/2018

Em entrevista à UEMS, Odilon defende autonomia universitária e orçamento maior

Série “Diálogos UEMS” tem aproximadamente 30 minutos está disponível nas redes da universidade

©Divulgação
Nesta quarta-feira, 26, a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) divulgou a entrevista concedida pelo candidato ao governo do Estado pelo PDT, juiz Oliveira, para o projeto “Diálogos UEMS”. A série foi realizada com todos os candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul e teve como foco as propostas em relação à educação superior pública estadual. Odilon se comprometeu com a autonomia universitária, além do repasse de 3% da receita tributária do Estado.

“Nós temos um orçamento que parece uma piada para a Universidade Estadual. Como é que ela vai investir? O orçamento tem que ser, pelo menos, 3% da receita tributária”, defendeu. Ainda falando da composição financeira, Odilon afirmou que 0,5% da receita tributária deve ser destinado ao desenvolvimento científico e tecnológico.

Para Odilon, a garantia de mais recursos não é a única ferramenta para promover o desenvolvimento acadêmico. Ao ser questionado, o pedetista apresentou suas propostas para promover a autonomia universitária. “as universidades públicas devem ter autonomia administrativa, englobando autonomia didática, científica, financeira e patrimonial. Ela tem de se reger por normas internas próprias, por ela elaboradas”, defendeu o postulante ao cargo de governador pelo PDT. A autonomia deve valer ainda para a eleição de reitor, vice-reitor e pró-reitores da universidade.

A principal proposta de Odilon é o “diálogo com o Conselho Universitário, com os representantes dos professores e com o sindicatos dos técnicos administrativos”. “Por que não conversar?”, reforçou, em questão que também deve ser respondida pelo atual governador do Estado.

Na gestão de Odilon, a universidade será parceira do governo na elaboração de projetos e políticas públicas. A UEMS deve garantir a formação continuada de professores que atuam na educação de base em Mato Grosso do Sul.

Além das seis questões, os candidatos contaram com três minutos para abertura e dois minutos para encerramento, momentos em que puderam se manifestar de maneira livre. O tempo total de cada entrevista varia de acordo com o entrevistado, já que nem sempre o tempo total disponível para as respostas foi utilizado.

O horário de divulgação, iniciada no dia 20 de setembro, será sempre às 13h, no site oficial www.uems.br; na Fanpage; e no canal “UEMS Oficial” no Youtube. Os links também poderão ser acessados a partir do perfil da UEMS no Instagram.

ASSECOM