Dívidas do Detran/MS poderão ser parceladas em até 12 vezes a partir de segunda-feira (01) - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

27/09/2018

Dívidas do Detran/MS poderão ser parceladas em até 12 vezes a partir de segunda-feira (01)

Serviço começa a funcionar em Campo Grande e deve ser levado para o interior

©Rodson Willyams
O Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) lançou, nesta quinta-feira (27), parceria com a empresa Esmeralda Serviços Digitais Ltda., que a partir da próxima segunda-feira (1°) passará a fazer o serviço de cobrança dos proprietários que tiverem dívidas junto ao departamento de trânsito.

Segundo o diretor-presidente do Detran-MS, Roberto Hashioka Soler, as dívidas com licenciamento giram em torno de R$ 67 milhões. Já as multas, proveniente do Sistema Nacional de Multas, estima-se que chegue a R$ 500 milhões. Porém, como algumas estão em processo de recurso, o valor pode diminuir chegando a R$ 300 milhões para serem recolhidas dos devedores. O serviço ainda valerá para aqueles que tiverem o veículo apreendido.

"Os proprietários de veículos poderão fazer o parcelamento de dívida. Essa parceria com a empresa é uma parceria técnica e permissionária não onerosa com a empresa Esmeralda Serviços Digitais Ltda., a PinPag. O acordo foi fechado na terça-feira (25) e, na segunda-feira (1°), assume o serviço na sede do departamento. Essa empresa foi a única que apresentou credenciamento com o Denatran", explicou Hashioka.

O representante da empresa, William José de Melo, destaca que já atua no ramo de serviços em Campo Grande. "Vai haver uma divulgação e a pessoa que tiver algum tipo problema poderá procurar a sede do Detran. Aqui, a pessoa poderá fazer o parlamento da dívida de 2 a 12 vezes no cartão. Nós vamos trabalhar com mais de 150 bandeiras de cartões de créditos. O contribuinte poderá parcelar a dívida em até três cartões diferentes, podendo inclusive, ser em nome de terceiros".

O serviço inicialmente funcionará apenas na sede do Detran. "Mas tão logo iremos para o Pátio Central e dentro de 60 dias já estaremos atendendo as principais cidades do interior. Nós ainda não descartamos a possibilidade de fazer o atendimento nas três unidades que temos da empresa em Campo Grande".

Fonte: TopMidiaNews
Por: Rodson Willyams