Mercadão: parte importante da história de Campo Grande - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

30/08/2018

Mercadão: parte importante da história de Campo Grande

No aniversário do Mercadão Municipal, Reinaldo comeu pastel e conversou com feirantes 

Campo-grandense, Reinaldo Azambuja experimenta pastel com recheio de carne de jacaré no Mercadão
Cartão postal de Campo Grande, o Mercado Municipal Antonio Valente, ou Mercadão, completa 60 anos. Inaugurado em 1958, o ponto comercial e turístico é parte importante da história da própria cidade, que já tem 119 anos. 

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), candidato à reeleição, visitou o estabelecimento nesta quinta-feira (30), conversou com comerciantes e clientes e participou da cerimônia em comemoração ao aniversário e lançamento da 6ª edição do Festival do Pastel.

“O Mercadão faz parte da história, da cultura, da tradição. É muito gratificante poder participar desse momento, estar aqui com todos os comerciantes. Temos aqui 120 famílias que trabalham, que edificaram, construíram, fizeram a manutenção e hoje é um atrativo que recebe cerca de 5 mil pessoas por dia”, afirmou Reinaldo Azambuja.

A cerimônia contou com a presença do chef de cozinha Paulo Machado, campo-grandense campeão da Batalha do Estrogonofe do Fantástico. Representando Mato Grosso do Sul, ele venceu a competição com uma receita com um ingrediente diferente: carne de jacaré.

História

O Mercadão nasceu a partir de uma feira livre que era realizada na área onde hoje está localizado o seu estacionamento. No começo eram vendidos apenas frutas, verduras, legumes e carnes, mas com o passar do tempo os comerciantes começaram a diversificar a oferta de produtos.

O estabelecimento de 2.494 m² tem 144 bancas e 79 boxes com os mais variados produtos: doces regionais, carnes, laticínios, peixes, ervas medicinais, frutas, legumes, verduras, erva-mate, farináceos, grãos, temperos, condimentos, artesanato e alimentação.

ASSECOM