TRÊS LAGOAS| Castramóvel do município iniciará atendimentos percorrendo 41 bairros da Cidade - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

23/07/2018

TRÊS LAGOAS| Castramóvel do município iniciará atendimentos percorrendo 41 bairros da Cidade

Primeira Etapa de atendimentos gratuitos da unidade móvel para castração de cães e gatos contemplará as Vilas Imperial, Eldorado e Violetas

©Divulgação
O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Três Lagoas, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), iniciará no dia 31 de julho os atendimentos da unidade móvel de atenção à saúde animal, especialmente cães e gatos, já popularmente denominado “Castramóvel”.

Segundo o coordenador do CCZ, médico veterinário Hugo Nogueira Faria, a unidade móvel trata-se de um serviço gratuito de castração de cães e gatos, além de oferecer outros serviços, principalmente sobre posse responsável, orientações e cuidados que devem ser dispensados à saúde dos animais de estimação.

Adquirido com recursos próprios da Prefeitura de Três Lagoas e modernamente equipada com geladeira, ar condicionado, mesa cirúrgica e “gaiolas” para os animais em observação, a unidade será usada para percorrer os bairros, zona rural e população ribeirinha, que não possui condições de deslocar-se até o CCZ.

BAIRROS CONTEMPLADOS

De acordo com o médico veterinário, a Unidade percorrerá 41 bairros divididos em 19 etapas. Na primeira estão contemplados os bairros Jardim Imperial (31 de julho a 03 agosto); Jardim Eldorado (06 a 10 de agosto) e Jardim Violetas (13 a 17 de Agosto). Na segunda Vila Verde, Samambaia, Flanboyan e Maristela. Na terceira etapa Orestinho, Novo Oeste e Carandá.

Na quarta etapa estão contemplados Vila Maria II, Ferroviário e Jardim Hortência. Na quinta Vila Maria, Guanabara e Jardim Orquídeas. Na sexta Osmar Dutra, Vila Popular, Carioca e Jardim Planalto. Na sétima São João; na oitava Zuque; na Nona Jardim Brasília e Nova Ipanema; na décima Vila Piloto I, II, III, IV e V.

Já na 11ª etapa Jupiá; Na 12ª Cinturão Verde; 13ª Santa Júlia e Jardim das Acácias; 14ª Jardim Oiti e Atenas; 15ª Paranapungá; 16ª Santa Lourdes e Jardim Paineiras; 17ª Jardim Dourados; 18ª Alto da Boa Vista e 19ª Montanini.

“Uma semana antes, vamos analisar os animais que estão mais necessitados para distribuirmos as senhas de atendimento. Neste momento, já orientamos como será o operatório e pós-operatório do animal”, disse. “Passaremos na frente animais mais debilitados ou alto número de posse animal”, explicou.

ATENDIMENTOS

Ainda, segundo Hugo, será uma média de 8 atendimentos por dia e 40 por semana. “Passaremos de casa em casa para avaliar a saúde do animal e se ele está apto a receber a cirurgia e pegar a documentação necessária para preencher a ficha de cadastro para a realização da castração que será feita somente em animais machos”, explicou.

Para maior segurança do animal, durante o procedimento é orientado no Pré-Cirúrgico que o cão ou gato tenha mais de 6 meses de idade; esteja em jejum sólido (comida, ração e etc.) de 8 horas e líquido (água, leite e etc.) de 6 horas.

Já no protocolo pós-cirúrgico é orientado oferecer água e ração ao animal, somente quando estiver totalmente acordado; antibiótico durante 7 dias; anti-inflamatório durante 3 dias e curativo local.

ASSECOM