Saiba quanto gastam por mês os deputados de MS - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

09/07/2018

Saiba quanto gastam por mês os deputados de MS

Em seis meses, os políticos usaram R$ 1,5 milhão da cota parlamentar

Fábio Trad, Geraldo Resende, Elizeu Dionízio, Luiz Mandetta, Tereza Cristina, Dagoberto Nogueira, Zeca do PT e Vander Loubet: R$ 1,5 milhão em 6 meses
De janeiro a junho deste ano, os oito deputados federais de Mato Grosso do Sul utilizaram mais de R$ 1,5 milhão em cota parlamentar para despesas do mandato. Levantamento feito pelo Jornal Midiamax com base em dados do Portal da Transparência da Câmara dos Deputados revela que mensalmente os políticos sul-mato-grossenses gastam de R$ 20 a R$ 43 mil.

Os dados revelam que entre os oito deputados que atuam na Câmara, o que possui mais gastos neste ano é Vander Loubet (PT). De janeiro a junho, o petista utilizou R$ 263,2 mil da cota parlamentar. O gasto de Vander, em média, é de R$ 43,8 mil por mês.

O deputado com menos gastos neste período é Fábio Trad (PSD), que gastou R$ 104,2 mil de fevereiro a junho. A média do parlamentar é de R$ 20,8 mil gastos por mês. Os gastos de janeiro do deputado não foram contabilizados na média porque ele assumiu o mandato no final de dezembro e declarou ter gasto apenas R$ 3,27 no primeiro mês deste ano.

Na sequência entre os que mais utilizaram a verba está Elizeu Dionizio (PSB), com gasto mensal de R$ 39,8 mil. Nos primeiros seis meses do ano Dionizio utilizou R$ 239,2 mil em cotas. Dagoberto Nogueira (PDT) tem gasto mensal de R$ 37,6 mil, com um total de R$ 225,7 mil no ano.

Por mês, Luiz Henrique Mandetta (DEM) utilizou uma média de R$ 34,3 mil, totalizando R$ 206,4 mil em seis meses. O próximo da lista é Geraldo Resende (PSDB) com um total de R$ 197,1 mil no ano, média de R$ 32,7 mil mensal.

O Portal da Transparência da Câmara também traz os gastos de Zeca do PT, que utilizou R$ 184,6 mil nos primeiros seis meses do ano, uma média de R$ 30,7 mil por mês. Fechando a lista dos parlamentares do Estado está Tereza Cristina (DEM), com um gasto mensal de R$ 28,5 mil, total de R$ 171 mil no ano.

Todos os dados citados na matéria podem ser consultados neste link, fazendo a busca pelo Estado e nome do parlamentar.

O que é a cota

A Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar é uma verba prevista em lei e destinada para que os políticos custeiem o trabalho vinculado exclusivamente ao exercício parlamentar. O montante pode ser usado, por exemplo, para despesas de transporte, telefone, alimentação, hospedagem, combustível, divulgação do trabalho político, entre outros.

De acordo com a última alteração de lei interna da Câmara dos Deputados, atualizada em 2015, os parlamentares de Mato Grosso do Sul podem utilizar um limite de R$ 40,1 mil por mês para os gastos da atividade.

Há acréscimo de R$ 1,3 mil na cota quando o parlamentar atua como líder ou vice de partido, presidente de comissão ou representa partidos com menos de um centésimo da composição da Câmara. Mais informações sobre a cota parlamentar estão disponíveis neste link.

Fonte: Midiamax
Por: Aliny Mary Dias