BATAGUASSU| Inaugurada nova ala da Santa Casa - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

23/07/2018

BATAGUASSU| Inaugurada nova ala da Santa Casa

©Divulgação
Com 357 metros quadrados, a nova ala da Santa Casa de Bataguassu vai oferecer consultas médicas com especialistas para a população do município e cidades vizinhas. A obra orçada em R$ 800 mil foi custeada com recursos liberados pela Justiça do Trabalho em ação civil pública movida após um acidente de grandes proporções no curtume da cidade.

A solenidade de inauguração do espaço foi desenvolvida no dia 13 de julho, às 17 horas (horário de Brasília) e contou com a presença do prefeito do município, Pedro Arlei Caravina (PSDB), do presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, desembargador João de Deus Gomes de Souza, do juiz do Trabalho de Bataguassu, Antonio Arraes e demais autoridades.

©Micael Nunes
Na solenidade, Caravina agradeceu ao juiz do Trabalho Antonio Arraes por estar contribuindo com as instituições de Bataguassu através da destinação de recursos de acordos judiciais e destacou que parcerias com o Governo do Estado também oportunizaram investimentos para a unidade hospitalar.

©Micael Nunes
A nova ala hospitalar possui uma sala de estabilização com dois leitos, sala com poltronas e postinho de enfermagem para medicações que necessitam ser feitas com urgência, rede de oxigênio por tubulações, salas com esterilização para exame de endoscopia, colonoscopia, teste ergométrico, eletrocardiograma e eletroencefalograma; quatro dormitórios, sala de descanso e recepção com acessibilidade para cadeirantes.

Um laboratório de análises clínicas com funcionamento 24 horas por dia também foi construído e começou a funcionar no início de junho, garantindo agilidade no resultado de exames e tratamento dos pacientes do hospital.

Quanto aos atendimentos, foi informado que haverá agendamento tanto pela rede particular quanto pelo Sistema Único de Saúde com cardiologista, pneumologista, dermatologista, neurologista, endocrinologista, nefrologista, cirurgião vascular, pediatra, ginecologista, ortopedista, otorrinolaringologista, clínico geral, médico do trabalho, psiquiatra e psicólogo.

Atualmente, o hospital realiza mais de 1.300 atendimentos por mês (particulares e SUS). Com a conclusão da obra, a capacidade de atendimento no hospital deve aumentar em pelo menos 30%.

ASSECOM