TRÊS LAGOAS| Equipe do CAPS – II do município promove “Arraiá” para os pacientes - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

20/06/2018

TRÊS LAGOAS| Equipe do CAPS – II do município promove “Arraiá” para os pacientes

Foi um dia de alegria, convívio e descontração para vivenciar o sentido de família, melhoras na autoestima e integração social

Divulgação
A equipe do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS II, unidade mantida pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, para atendimento de pacientes com transtornos mentais, promoveu um dia de “Arraiá”, alusivo às festas juninas populares, nesta quarta-feira (20).
Divulgação
“Promovemos estes momentos com o intuito de trazer um pouco mais de alegria aos nossos pacientes e localizá-los em tempo e espaço ao que acontece de mais importante, nesta época do ano”, resumiu a coordenadora do CAPS-II, enfermeira Patrícia Azambuja Alvarenga.

A coordenadora ressaltou que, para este tipo de evento, realizado no CAPS - II, “todos da minha equipe, uma verdadeira família, se envolvem e participam com alegria e dedicação para tudo dar certo, organizado e bonito, para o bem dos nossos pacientes”, disse.

Entre os que participaram, Patrícia se referiu, “em especial” aos “oficineiros” do CAPS, Fábio Cisneiros e Célia Mizobe; estagiários do Curso Técnico de Enfermagem, alunos do PRONATEC (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) , coordenados pelo professor e enfermeiro, Bruno Fernandes Ferreira, e, “com muito carinho, não posso deixar de reconhecer a dedicação das nossas duas cozinheiras, a Dalvina e Tamires, porque sem elas não tem festa”, reconheceu Patrícia.

O “Arraiá”, alusivo aos festejos dos santos populares, comemorados no mês de junho, Santo Antônio, São Pedro e São João, destacando as cores brasileiras, o verde e amarelo, que lembram a participação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de Futebol, “teve mesa farta e variada e principalmente, muita música e descontração”, contou Patrícia.

“Procuramos não deixar passar em branco estas datas porque trazem muita alegria aos nossos pacientes e são oportunas para eles viverem o sentido de família, o convívio entre eles e a integração social e, principalmente, o fortalecimento da autoestima”, concluiu a coordenadora do CAPS – II.

ASSECOM