TRÊS LAGOAS| Vôlei adaptado da Melhor Idade de Três Lagoas disputará Super Liga em Araçatuba - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

24/04/2018

TRÊS LAGOAS| Vôlei adaptado da Melhor Idade de Três Lagoas disputará Super Liga em Araçatuba

Com apoio da SEJUVEL, a equipe três-lagoense já se consagrou campeã por duas vezes na competição que reúne várias cidades do interior paulista

©DR
Os participantes do projeto esportivo da Melhor Idade vão mais uma vez defender Três Lagoas e lutar para conquistar o primeiro lugar em campeonato regional. No próximo sábado (28), as equipes de vôlei adaptado irão disputar o campeonato Super Liga em Araçatuba – SP.

O projeto faz parte da Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Lazer (SEJUVEL), e este é o quinto ano consecutivo que o grupo participa desta importante competição, onde, por duas vezes, foi campeão.
©DR
A coordenadora do núcleo da Melhor Idade, Sônia Lucia dos Santos, se orgulha do empenho dos idosos e destaca a importância do grupo e das atividades. “Embora pouco valorizado, esses campeonatos têm superado a expectativa de participantes e contribuem muito com a missão dos núcleos de melhor idade nos municípios. Nossa missão está em confraternizar com os idosos, trabalhar a autoestima e qualidade de vida através do esporte”, pontuou Sônia.

Três Lagoas será representada pelas equipes masculina e feminina nas categorias 50, 60 e 70 anos. Anualmente, diversas cidades participam do evento organizado pela Confederação Brasileira de Voleibol Adaptado, com o apoio da Prefeitura Municipal de Araçatuba.

SUPERANDO OBSTÁCULOS

“É através do esporte promovido por este núcleo que estou melhorando minha qualidade de vida e superando problemas de saúde”, esta foi a resposta do empresário Carlos Antonio Rodrigues Jordão, 65 anos, ao ser questionado sobre a importância do grupo da melhor idade.
©DR
Há pouco tempo, Carlos sofreu uma endorcardite (inflamação do endocárdio, de origem infecciosa ou reumática) e precisou implantar uma prótese biológica no coração. A recuperação exige extremo cuidado e é demorada. Com isso, a mobilidade da pessoa idosa pode ficar comprometida. Ele descobriu o projeto há cerca de seis meses e tem sentido diferença na sua saúde após praticar o vôlei.

“Esse programa ajuda muito o público da melhor idade, tanto a saúde física quanto a mental. A pessoa sente-se valorizada e começa a superar os empecilhos da idade”, finaliza ele.

VÔLEI ADAPTADO

O vôlei adaptado possui regras semelhantes ao voleibol oficial, porém, com algumas diferenças como, a possibilidade dos jogadores segurarem a bola com as mãos antes de passar para o companheiro ou lançar ao lado adversário. Além disso, não é permitido que os atletas saltem durante os jogos.
©DR

©DR
Fonte: ASSECOM