TRÊS LAGOAS| SEMEC adere ao Programa “Inovação Educação Conectada” - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

26/04/2018

TRÊS LAGOAS| SEMEC adere ao Programa “Inovação Educação Conectada”

Todas as escolas da REME serão contempladas com o Programa que já começou na Escola de Educação no Campo “Antônio Camargo Garcia”, contemplada com implementação de conexão por satélite

©DR
A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), de Três Lagoas reuniu nesta quarta-feira (25), aproximadamente 20 diretores da Rede Municipal de Ensino (REME) visando realizar orientações administrativas gerais sobre o “Mais Alfabetização” e apresentar aos presentes o Programa “Inovação Educação Conectada”, criado pelo Governo Federal em novembro de 2017.

Segundo a responsável pelo Departamento Municipal de Administração Escolar, Neuraci Vasconcelos, o programa tem como objetivo revitalizar os laboratórios de informática de todas as unidades escolares do Município. “O foco principal do programa é promover grandes avanços na educação brasileira, garantindo melhores oportunidades para nossos estudantes por meio de uma educação inovadora e conectada com as novas tecnologias”, explicou.

INÍCIO DO PROGRAMA

De acordo com Neuraci, o Programa começou na Escola de Educação no Campo “Antônio Camargo Garcia”, que foi contemplada com implementação de conexão por satélite. “A Plataforma Integrada de Recursos Educacionais Digitais já está disponível e os Articuladores Locais estão recebendo formação e a seleção de escolas para a fase de inclusão que já começou”, explicou Neuraci.

Simultaneamente, há o curso de formação de articuladores locais, que são responsáveis por realizar um diagnóstico para subsidiar a elaboração de seu Plano de Inovação que oriente a inclusão da inovação e da tecnologia na prática pedagógica de suas escolas; apoiar as Unidades no desenvolvimento do Plano Local de Inovação e posteriormente ser multiplicador da proposta/política e tecnológica.

PROGRAMA

Neuraci explicou que o programa visa apoiar a universalização do acesso à Internet de alta velocidade e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação (meta 7.15 do PNE - Lei nº 13.005/2014).

A diretora da SEMEC informou ainda que o MEC vai oferecer apoio técnico e/ou financeiro a ações desenvolvidas nas quatro dimensões. “O Programa será desenvolvido de 2017 a 2024, contemplando três grandes fases que são: indução, expansão e sustentabilidade, para as quais foram estabelecidas metas relativas ao atendimento a escolas rurais e urbanas e a velocidade pretendida”, explicou.

Além do apoio técnico para elaboração de diagnósticos e planos locais para a inclusão da inovação e da tecnologia na prática pedagógica das escolas, estão previstos no programa: apoio técnico e financeiro para melhoria da infraestrutura física e de software; oferta de cursos de formação de professores para o uso de tecnologias em sala de aula; oferta de cursos de formação de articuladores para apoiar a implementação do Programa e publicações técnicas e de parâmetros para homogeneizar o acesso à internet e facilitar o acesso para o uso pedagógico.

Fonte: ASSECOM