TRÊS LAGOAS| Moradores do Bairro Vila Alegre comemoram cascalhamento realizado em diversas ruas - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

17/04/2018

TRÊS LAGOAS| Moradores do Bairro Vila Alegre comemoram cascalhamento realizado em diversas ruas

Intervenção busca acabar com o acúmulo de água da chuva e buracos

© Divulgação
Moradores do Bairro Vila Alegre estão satisfeitos com o cascalhamento que está sendo feito em dez ruas do bairro. A obra é realizada pela Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (SEINFRA) pela Diretoria de Serviços Públicos (DSP).

Para o senhor Paulo Cândido, que mora no bairro desde 1980, o cascalhamento da rua foi uma das melhores coisas que já puderam fazer no bairro. “Agora a nossa rua virou diamante. Antes, qualquer chuvinha já inundava a rua e demorava muitos dias para secar. Em época de dengue as poças enxiam de lavas e os vizinhos não ficavam livres da doença”, comentou.

O custo para a realização da obra é reduzido, pois toda a mão-de-obra e equipamentos é própria do município, e o cascalho utilizado é uma mistura de materiais armazenados no pátio do departamento de serviços, reforçados com a brita extraída da antiga linha férrea, informou o secretário da pasta, Dirceu Deguti.
© Divulgação 
Foram utilizados 348 caminhões de pedras, retiradas da linha férrea, 202 caminhões de areia retirados do depósito localizado à Rua Jari Mercante, esquina com a Rua David Alexandria e a Eurídice Chagas Cruz e 44 caminhões de cascalho do pátio do DSP.

Essa é uma ação constante do DSP, que procura resolver os problemas emergenciais em vias que ainda não receberam a pavimentação asfáltica, para acabar com buracos e acúmulo de água, que impedem o acesso dos moradores às casas ou os deixam ilhados, como é o caso da senhora Marinalva Valentin, moradora da Rua João Thomes.

“Agora ficou ótimo, a gente ficava ilhado em casa com qualquer chuva que caía. A lama não deixava a gente sair e os buracos formados eram enormes. Agora ficou até mais movimentado aqui, as pessoas começaram a usar a nossa rua para chegar até a faculdade”, comentou a moradora.



Fonte: ASSECOM