Saiba como os presidenciáveis reagiram à ordem de prisão contra Lula - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

06/04/2018

Saiba como os presidenciáveis reagiram à ordem de prisão contra Lula

Geraldo Alckmin lamentou a prisão, mas celebrou o "fim da impunidade"

© REUTERS/Rodolfo Buhrer
Os pré-candidatos à Presidência da República se manifestaram a respeito do decreto da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, logo após o despacho proferido pelo juiz Sérgio Moro.

Geraldo Alckmin e Rodrigo Maia lamentaram a prisão, mas ao mesmo tempo usaram meios de justificá-la. Manuela D'Ávila e Guilherme Boulos, por sua vez, convocaram militantes para se manifestarem contra a decisão da Justiça.

Na sentença de Moro, o juiz faz pedidos específicos à Polícia Federal, por se tratar de um ex-presidente. Entre eles, o citado abaixo:

"Esclareça-se que, em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-Presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física."

Confira o que cada um dos pré-candidatos falou na galeria acima.

Fonte: NAOM