Polícia vai investigar morte de mulher encontrada na rua com ferimentos na cabeça - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

17/04/2018

Polícia vai investigar morte de mulher encontrada na rua com ferimentos na cabeça

A Polícia não descarta um infarto ou até mesmo um atropelamento, onde o autor teria fugido

©Marcos Ermínio
A Polícia Civil vai investigar a morte de uma mulher na manhã desta terça-feira (17). As informações preliminares são de que a vítima, que não portava documentos, teria tropeçado e caído na Rua Antônio Siuf, Biarro Guanandi em Campo Grande, porém a Polícia não descarta um infarto ou até mesmo um atropelamento, onde o autor teria fugido, já que nenhuma testemunha foi encontrada.

Segundo informações do delegado Cleverson Alves Santos, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, os bombeiros foram acionados para atender ocorrência de uma queda da própria altura, a vítima teria tropeçado e caído com o rosto no chão, quando os bombeiros chegaram ao local, encontraram a mulher, que aparenta ter mais de 40 anos, caída, eles ainda tentaram reanimá-la, mas ela acabou morrendo.

“Ela foi encontrada caída com ferimentos na cabeça e rosto, porém não encontramos nenhuma testemunha que de fato tenha visto alguma coisa”, disse o delegado. Populares que se aglomeraram na via contaram à nossa reportagem que a rua é pouco movimentada e ninguém viu nada, apenas “informações foram sendo espalhadas” de que ela teria caído e os Bombeiros demoraram para fazer o atendimento.

A Polícia também não encontrou testemunhas. Um policial foi verificar com o mercado que fica em frente ao acidente se haviam câmeras de segurança, mas o proprietário informou que elas estavam desativadas. A família da vítima foi até o local, mas não quis falar com a imprensa.

fonte: Midiamax
por: Mariana Rodrigues e Mylena Rocha