Em entrevista, deputado Barbosinha conta sua história e presta contas de seu trabalho - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

27/04/2018

Em entrevista, deputado Barbosinha conta sua história e presta contas de seu trabalho

©DR
Falando aos ouvintes da Rádio Diamante FM, em entrevista ao radialista Eli Souza, o deputado estadual Barbosinha teve a oportunidade de relatar sua história, baseada em muito trabalho e dedicação.

Ao mesmo tempo em que prestou contas do seu trabalho nos diversos cargos públicos que ocupou nos últimos tempos, o deputado relembrou seu mandato como prefeito de Angélica, aos 23 anos de idade, e do trabalho realizado que preparou a cidade para o progresso e o desenvolvimento.

Em 2007, Barbosinha ocupou a presidência da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), contribuindo decisivamente para tirar a empresa do "vermelho" e torná-la lucrativa e uma das mais importantes do Brasil. O deputado citou a inauguração da Estação de Tratamento de Esgoto de Douradina, semana passada, como resultado do trabalho desenvolvido por ele e sua equipe frente à empresa de saneamento.

Na sequência, o deputado foi inquirido pelo radialista sobre o seu trabalho frente à Secretária de Justiça e Segurança Pública. No período em que Barbosinha comandou a pasta houve o maior investimento da história de Mato Grosso do Sul, através do programa "MS Mais Seguro".

"Foram milhões de reais que o Governo do Estado disponibilizou para a Segurança Pública do nosso Estado. Com esse investimento nos tornamos, segundo o site G1, o terceiro Estado menos violento do País, apesar de sua fronteira gigantesca e muitos problemas ainda por resolver. Peguei uma Secretaria bem estruturada pelo o ex-secretário Maluf, e avançamos muito possibilitando esses resultados significativos em tão pouco tempo", comemorou Barbosinha.

Nessa questão, o deputado também disse que "tem feito severas críticas ao Governo Federal quanto a segurança em nossas fronteiras, como por exemplo o Sisfron, Sistema de Monitoramento das Fronteiras, que só vai produzir resultados se for integrado às forças de segurança estadual. De que adianta o Exército Brasileiro detectar uma atividade anômala na faixa de fronteira com todo os equipamentos, se não houver ali o policial para fazer o enfrentamento. É preciso que haja integração", sustenta o ex-secretário de Justiça e Segurança Pública que, durante sua gestão, entregou em torno de 755 viaturas em todo o Estado.

Deputado estadual eleito em 2014 com mais de 21 mil votos, Barbosinha faz de seu gabinete coloco seu gabinete a serviço do povo sul-mato-grossense. Todas as semanas são dezenas de Indicações de obras e serviços para os municípios de Mato Grosso do Sul, além de apresentar e defender Projetos de Lei que beneficiem a maioria da população.

Na Assembleia Legislativa, Barbosinha é o presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, a mais importante da casa.

Barbosinha destaca que, mesmo sendo da região de Dourados, obteve votos em todo o Estado e que durante o mandato recebe e encaminha reinvindicações de prefeitos, vereadores e lideranças dos 79 municípios, sem distinção alguma. "Se trata de uma concepção de mandato", diz ele.

Questionado pelo radialista, Barbosinha falou da sua recente filiação ao Democratas e dos planos do partido para as próximas eleições. O deputado destacou as lideranças do Democratas e analisou o quadro eleitoral, pedindo maturidade ao eleitor.

"Acredito que o voto do eleitor deva se dar após análise da história de vida do candidato, e quais os trabalhos prestados por ele nos cargos que já ocupou. O momento não é de aventura, e precisamos de gestores públicos com experientes e competentes", concluiu Barbosinha.

ASSECOM