BATAGUASSU| Secretaria Municipal de Saúde orienta população sobre prevenção à H1N1 - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

10/04/2018

BATAGUASSU| Secretaria Municipal de Saúde orienta população sobre prevenção à H1N1


Mesmo antes da chegada do inverno, Bataguassu já começa a entrar em estado de alerta em decorrência da gripe causada pelo vírus Influenza. Ao contrário do ano passado, a popular H1N1 começou a circular no Estado mais cedo e já tem casos registrados em municípios da região, acendendo um sinal vermelho para o risco de epidemia.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Maria Angélica Benetasso, relatos divulgados pelos órgãos de saúde informam que a incidência da doença este ano vai requerer atenção especial devido à circulação de um novo vírus, ainda mais forte pelo País.

Maria Angélica observa que atitudes simples como redobrar os hábitos de higiene pessoal, entre eles, lavar as mãos com frequência, manter ambientes abertos e ventilados; utilizar lenço descartável e cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir são importantes medidas preventivas contra a proliferação do vírus.

É recomendado ainda evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca; compartilhar objetos de uso pessoal; evitar aperto de mão, abraços e beijo social; reduzir a permanência em ambientes com aglomeração e evitar contato com pessoas com sintomas de gripe.

A titular da pasta observa que além dos cuidados pessoais, todos os anos são desenvolvidas campanhas de vacinação em combate a H1N1.

Este ano, a mobilização tem início dia 21 de abril com sequência até 1º de junho. O “Dia D”, por sua vez, está marcado para 12 de maio, conforme previsão do Ministério da Saúde, atendendo como em anos anteriores os públicos-alvos: crianças, puérperas, trabalhadores de saúde, povos indígenas, professores, indivíduos com 60 anos ou mais de idade; população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas.

Maria Angélica salienta a importância da população de Bataguassu já se prevenir contra a doença. “Pedimos aos moradores que redobrem esses cuidados com relação aos hábitos de higiene pessoal para garantir a não proliferação do vírus e a manutenção da saúde”, frisou a secretária.

Fonte: ASSECOM