Assomasul conhece ferramenta de gestão do TCE-MS - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

21/03/2018

Assomasul conhece ferramenta de gestão do TCE-MS

© Divulgação
A oportunidade veio na tarde dessa terça-feira, dia 20 numa audiência especial em que presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Waldir Neves, o vice-presidente conselheiro Ronaldo Chadid e o corregedor geral, conselheiro Iran Coelho das Neves, receberam a visita do presidente da Assomasul, Eduardo Caravina, acompanhado dos prefeitos, Buda do Lair, José Arnaldo Ferreira de Melo e José Izauri de Macedo, das cidades de Rio Negro, Inocência e Naviraí, respectivamente. 

Durante duas horas eles puderam conhecer com amplo detalhamento o projeto E-EXTRATOR, a mais avançada ferramenta desenvolvida que dispõe de metodologia de gerenciamento de riscos utilizada com muito êxito para analisar as ameaças e vulnerabilidades em diferentes cenários. O E EXTRATOR conjuga a extração automatizada de dados dos jurisdicionados e de outros bancos de dados com a Inteligência Artificial, ferramenta BI, e o gerenciamento de riscos com o objetivo de alcançar a efetividade em suas ações. 

A ferramenta consiste em extrair os dados diretamente do banco de dados do jurisdicionado; filtrá-los por meio da Inteligência Artificial; priorizá-los através da Matriz de Riscos e, posteriormente, disponibilizar os indicadores que são apresentados na tela do BI para análise e tomada de decisão. Um dos grandes benefícios desta metodologia é a possibilidade de cruzar estes dados com os de outros bancos, por exemplo: Nota Fiscal Eletrônica, Junta Comercial, TCU, MEC e etc. Os dados podem ainda ser comparados com as informações declaradas dos jurisdicionados que são enviadas por eles através dos diversos sistemas do TCE-MS. 

O desenvolvimento desta ferramenta, como explicou o presidente e os conselheiros que receberam os prefeitos, é mais um compromisso pedagógico da atual gestão compartilhada do TCE-MS pela efetividade na aplicação do dinheiro público, e, isso exigiu mudanças na forma de aferir as prestações de contas. 

“Hoje o Tribunal de Contas diferentemente de como fazia num passado recente procura agir a priori e concomitante, atuamos preventivamente. Então, nesse sentido, queremos dizer que o Tribunal de Contas, hoje possui algumas ferramentas para tornar eficiente e eficaz o trabalho de fiscalização e dentro dessa perspectiva, como foi mostrado, também, possibilitar o compartilhamento dessas informações com os gestores” ressaltou Ronaldo Chadid, vice-presidente e diretor da Escola de Controle Externo do TCE-MS. 

Outra relevância a respeito desse apoio pelo bom andamento da gestão pública foi citada pelo corregedor geral, Iran Coelho das Neves: “Somos aliados do bom gestor. No sentido de fazer um trabalho pedagógico, porque a administração é bastante complexa, o Tribunal está à disposição, através da nossa Escola, através dos gabinetes. Hoje nós recebemos todos os jurisdicionados para trocar ideias e dar sugestões”. 

O presidente Waldir Neves, que recebeu outras solicitações da Assomasul, fez considerações que consolidaram também essa abertura que as prefeituras têm junto ao TCE-MS para atingir um desempenho de excelência. “Outra coisa fundamental é que conosco existe diálogo, sempre procuramos aqui reavaliar, e nos colocarmos na posição dos senhores, às vezes, a pessoa erra porque não tem o conhecimento. Estamos procurando antecipadamente levar os prefeitos as questões e necessidades, sem interferir na gestão”. 

A apresentação do E-EXTRATOR foi feita pelo diretor de modernização do TCE-MS, Douglas Avedikian, de forma didática e que criou oportunidade para os prefeitos fazerem todo tipo de questionamento, esclarecer dúvidas bem como encontrarem um amplo entendimento sobre as vantagens da ferramenta para a gestão municipal, como destacou o presidente da Assomasul: “Primeiro quero agradecer ao presidente Waldir Neves e aos conselheiros porque é com muita satisfação que recebemos essa apresentação e demonstra que o Tribunal de Contas quer realmente auxiliar os prefeitos na sua gestão. E auxiliar é isso, é apresentar ferramentas que além de ajudar na fiscalização que é a função do Tribunal de Contas, mas principalmente, que essas ferramentas venham auxiliar o prefeito em sua gestão no município”. 

Fonte: ASSECOM
Por: Henrique Xavier