Em reunião com o prefeito de Sonora, presidente da Fiems sugere ações de fomento ao turismo - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

22/02/2018

Em reunião com o prefeito de Sonora, presidente da Fiems sugere ações de fomento ao turismo

© Divulgação 
Durante reunião com o prefeito de Sonora, Enelto Ramos da Silva, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, sugeriu que a região aposte na indústria do turismo, setor que desponta nacionalmente e precisa ser fomentado em Mato Grosso do Sul. O encontro foi realizado nesta quinta-feira (22/02), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), a pedido do prefeito, que busca parceria com a Fiems para ampliar a oferta de emprego e geração de renda no município.

“O prefeito colocou algumas preocupações para melhorar a qualificação profissional em Sonora e questionou de que forma poderíamos colaborar para o desenvolvimento de alguns segmentos vocacionado na indústria. Sugeri, então, que se avance na área da indústria do turismo, que é algo que precisa ser fomentado no Estado. O prefeito inclusive falou sobre algumas ações que já vem sendo trabalhadas na área de esportes fluviais e acredito que esse seja um bom caminho para avançar”, afirmou Longen sobre a conversa com o prefeito, destacando, ainda, que foi acertada a elaboração de um projeto por parte do Senai para ampliar a qualificação de mão de obra em Sonora.

O prefeito salientou que a geração de empregos é uma necessidade eminente no município e que atua para a criação de um polo empresarial para sanar o problema. “Temos uma logística boa, em razão da BR-163, e estamos próximos tanto de Rondonópolis (MT) quanto de Campo Grande (MS), o que desperta o interesse de diversas empresas, mas o que elas precisam é de uma área adequada para se instalar e esse polo empresarial pode contribuir nesse sentido”, pontuou.
© Divulgação 
“A Fiems, além de ser parceira na qualificação, nos forneceu dados sobre a indústria que apontaram para esta necessidade premente de mais empregos, e tem nos apoiado para conseguirmos somar esforços com o Governo do Estado”, emendou o prefeito. Sonora hoje conta com pouco mais de 18 mil habitantes e, segundo o prefeito, 2 mil deles dependem da Usina Sonora para trabalhar. “Por isso queremos um projeto de geração de emprego a longo prazo, porque, anos atrás, a usina empregava de 4 a 5 mil trabalhadores e hoje, operando em sua capacidade máxima, emprega 2 mil em razão da mecanização do processo. Ou seja, precisamos deixar um legado que garanta a sustentabilidade do emprego em Sonora”, concluiu.

Fonte: ASSECOM