Deputado Amarildo Cruz cobra aplicação da lei sobre obrigatoriedade de assistente social nas escolas - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

27/02/2018

Deputado Amarildo Cruz cobra aplicação da lei sobre obrigatoriedade de assistente social nas escolas

© Divulgação/ALMS
Segundo secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, o deputado estadual Amarildo Cruz (PT) encaminhou na sessão ordinária desta terça-feira (27) um requerimento ao governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, solicitando informações a respeito da regulação da Lei Estadual nº 3.186, de 21 de fevereiro de 2006, que dispõe sobre a obrigatoriedade da atuação do assistente social nas escolas estaduais.

A lei de autoria da ex-deputada Celina Jallad, aprovada por unanimidade pela Casa de Leis há uma década, e, posteriormente, promulgada, não foi regulamentada pelo Chefe do Executivo, deixando as escolas públicas do Estado sem o atendimento do Serviço Social, ou seja, deixando os estudantes sul-mato-grossenses e seus familiares sem o auxílio de uma assistente social.

Para o deputado estadual Amarildo Cruz, o suporte de uma assistente social no âmbito escolar garante que o sistema educacional do Estado consiga identificar e diagnosticar problemas sociais relacionados aos estudantes e seu ambiente familiar que possam influenciar em sua formação, assim, elas atuam em sua prevenção e buscam o bem-estar social deste indivíduo.

“Em qualquer país de primeiro mundo o serviço social atua direto nas comunidades e nos espaços educacionais. Pois são nessas localidades que o Estado pode influenciar na formação das pessoas e garantir que seus direitos sejam garantidos e que sejam resgatados vínculos e valores essenciais de uma sociedade”, ressalta.

O requerimento foi assinado em conjunto com o deputado Paulo Siufi.

Fonte: ASSECOM