Reinaldo é o 7º em ranking de promessas cumpridas por governadores - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

02/01/2018

Reinaldo é o 7º em ranking de promessas cumpridas por governadores

Governador de Mato Grosso do Sul executou, total ou parcialmente, 11 de 23 compromissos apresentados na campanha de 2014; número deve aumentar nos próximos dias

Reinaldo executou, total ou parcialmente, 11 das propostas apresentadas em 2014
O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), é o sétimo do país em ranking que mede o cumprimento de promessas apresentadas durante a campanha eleitoral de 2014. O percentual de propostas apresentadas e cumpridas no Estado é de 39,13%, número que chega a quase 50% quando incluídas iniciativas que, embora não tenham sido totalmente executadas, já apresentam resultados.

Os números foram levantados pelo portal G1. Maranhão (59,45%), Goiás (59,09%), São Paulo (50%), Mato Grosso (43,47%), Rondônia (42,42%) e Bahia (40,86%) aparecem à frente da administração sul-mato-grossense. O ranking aponta que a gestão de Reinaldo apresentou 23 compromissos na última campanha rumo ao Parque dos Poderes. Destas, nove foram totalmente cumpridas, e duas foram parcialmente alcançadas.

O número tende a aumentar já nos próximos dias, quando obras aguardadas –como o Hospital do Trauma de Campo Grande– serão finalmente inauguradas.

Entre as ações executadas pelo governo está a ampliação da educação em tempo integral, melhora no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), pagamento do piso nacional para os professores, criação de mutirões de saúde nos polos regionais (a Caravana da Saúde) e auditorias independentes nos órgãos públicos. A promoção de servidores públicos por mérito, a instituição de autarquia voltada para as Comunidades Indígenas, o fim do ICMS Antecipado e a regionalização de incentivos fiscais são outros compromissos que saíram do papel na gestão tucana.

O governo também cumpriu compromissos relativos à carga tributária, reduzindo impostos como o de máquinas e equipamentos e para importação de matéria-prima, bem como em operações na cadeia do leite e energia elétrica para o setor aviário.

Melhoras – Em outros campos sobre promessas, o Estado promoveu mudanças que visam a garantir avanços. Foi o caso da destinação de recursos para a cultura, que passa a contar a partir deste ano com um Plano Estadual –norteando o setor. O deficit habitacional também foi mitigado, com a inauguração de mais de 11 mil moradias.

Em Corumbá –a 419 km da Capital– foram aplicados R$ 11 milhões em um complexo hospitalar ao lado da Santa Casa, que suprirá demandas previstas para o hospital regional local. O governo também elabora projeto para implementação de um Corpo de Bombeiros especializado em incêndios florestais, e fará concurso neste ano para 400 vagas na Polícia Militar e bombeiros –devendo, ainda, melhorar o policiamento na fronteira. Também foram ampliadas e reformadas unidades penais.

Fonte: campograndenews
Por: Humberto Marques