Takimoto sugere memorial para protagonistas da história de MS - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

19/11/2017

Takimoto sugere memorial para protagonistas da história de MS

© Divulgação
No ano em que Mato Grosso do Sul comemora seus 40 anos de criação, uma proposta compatível com a celebração pode reforçar o acervo de registros históricos que contam a história e a promoção do Estado dentro e fora do Brasil. A sugestão, feita pelo deputado estadual George Takimoto (PDT), é que seja criado um Memorial ou uma Galeria de Notáveis com referências básicas (imagens e informações) dos protagonismos de pessoas que se destacaram na cultura, nas artes e no esporte.

A proposta foi submetida ao prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD), com cópias ao secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, Antonio Cezar Lacerda Alves, e à titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), Nilde Brum. O deputado sugeriu como alternativa para implantação do memorial a Casa do Pantanal, no Parque das Nações Indígenas, administrado pela Sectur.

Takimoto diz ser grande o número de sul-mato-grossenses que se notabilizam nos cenários nacional e internacional, sobretudo nas artes e no esporte. A seu ver, a Galeria de Notáveis teria vários ganhos sócio-culturais para o Estado, como o resgate e o avivamento da memória artística, cultural e desportiva; a criação de importante ponto de visitação e turismo; incentivo à juventude, tendo em vista o despertar de novos talentos, e o quanto é possível encarar os desafios, além de ser um sinal perene de reconhecimento dos sul-mato-grossenses.

O parlamentar pedetista alinhou dezenas de homens e mulheres que ao longo da história projetaram Mato Grosso do Sul além das fronteiras nacionais e internacionais. Entre os nomes que teriam lugar cativo nessa galeria Takimoto citou, entre outros, os atores e cineastas Glauce Rocha, Rubens Corrêa, Araci Balabanian, Davi Cardoso, Marly Marley, Borges de Barros, Nando Rodrigues, Anita Amizo, Joel Pizzini, Edward Nunes da Silva (o sargento Pincel, de “Os Trapalhões”); os esportistas Elenílson Silva, Zequinha Barbosa, Ruth Roberta (da seleção de basquete campeã mundial), Rafael Baby (judoca), Muller, Jean Raphael (jogador do Palmeiras) Talita Antunes (vôlei de praia), Benjamim Insfrán, Natasha Farinéa.
© Divulgação
Na galeria cultural e artística sobram notáveis sul-mato-grossenses. A lista abrigaria nomes como os dos escritores Manoel de Barros, Hélio Serejo, Lobivar de Matos; Almir Sater, os Irmãos Espíndola, Zé Correia, Helena Meireles, Simone Raslan, Ney Matogrosso, Zacarias Mourão, Emannuel Marinho, Luan Santana, Michel Teló, Grupo Acaba, Don Ramón (da trilha sonora do filme “Os Dois Filhos de Francisco”), Maria Cecília e Rodolfo, Ílton Silva, Conceição dos Bugres, Maria da Glória Sá Rosa, Clair, Ílton Silva, Marçal de Souza Tupã Y, Guarany (Evãnio Vargas), Délio e Delinha e outros. Há uma outra lista, que inclui nomes como os de Manoel de Barros e Paulo Simões, que nasceram em Cuiabá e no Rio de Janeiro, situação que, a critério do regulamento da galeria, pode ser resolvida, ressalva Takimoto.

Fonte: ASSECOM