Homem que morreu ao passar mal em piscina tinha paralisia cerebral - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

06/11/2017

Homem que morreu ao passar mal em piscina tinha paralisia cerebral

O caso aconteceu na Rua Tupaceretã, no Jardim Tijuca, região sul de Campo Grande

Bombeiros foram os primeiros a prestares socorro a vítima (Foto: Bruna Kaspary)
Foi identificado como Diego Vieira de Mello Silva, 31 anos, o rapaz que morreu afogado após passar mal na piscina de casa. O caso aconteceu na Rua Tupaceretã, no Jardim Tijuca, região sul de Campo Grande. A vítima tinha paralisia cerebral e dificuldade motora.

Conforme boletim de ocorrência, o padrasto da vítima relatou que no horário do almoço os familiares estavam reunidos no fundos do imóvel, onde fica a piscina, quando por volta das 15h30, entraram na residência para assistir ao jogo de futebol.

A vítima continuou na piscina, situação que era rotineira, segundo relatos do padrasto à polícia. Cerca de 10 minutos depois, o padastro foi até o fundo ver se estava tudo bem e encontrou o enteado já inconsciente boiando na piscina, próximo a escada de acesso.

Os familiares, então, tiraram Diego da água e acionaram o socorro. Conforme o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas primeiro e quando chegaram a vítima já estava em parada cardiorrespiratória. Os socorristas tentaram reanimar a vítima por pelo menos 30 minutos, mas sem sucesso.

Uma das suspeitas, conforme relatos de moradores, é de que Diego tenha sofrido uma crise de epilepsia na água. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

Fonte: campograndenews
por: Viviane Oliveira