Coluna do Roberto Costa - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

24/11/2017

Coluna do Roberto Costa


FRUSTRAÇÃO I – Palestra que seria ministrada pelo juiz federal aposentado Odilon de Oliveira para os acadêmicos da Universidade Católica Dom Bosco acabou não acontecendo na última segunda-feira (20).

FRUSTRAÇÃO II – Quem estava presente relatou à Coluna que a debandada do público foi motivada pela presença do deputado federal Dagoberto Nogueira Filho, do PDT.

QUASE MINISTRO – O deputado federal Carlos Eduardo Xavier Marun, do PMDB, mesmo sendo defensor mor do mais impopular presidente da República, continua no banco de reservas dos apadrinhados de Temer.

QUASE DEPUTADO – Por conta da indefinição do Palácio do Planalto, o ex-presidente da OAB-MS e ex-deputado federal Fábio Trad está vivendo a angústia de ‘ser e não ser’ até que Marun vire Ministro.

FERMENTO – Especialista em pesquisa de opinião pública, Paulo Catanante, comentou no saguão da Assembleia Legislativa que o ex-governador André Puccinelli ficou ainda mais fortalecido para o embate eleitoral.

ESTREOU BEM – Ao fazer uso da tribuna, agora na condição de deputado estadual, Enelvo Felini deixou bem claro que sua linha de atuação será direcionada para o fortalecimento da agricultura familiar.

MUTISMO – O governador Reinaldo Azambuja, do PSDB, mesmo inaugurando e anunciando obras no interior, ainda não fez qualquer tipo de declaração se sairá ou não candidato à reeleição.

AQUECENDO – Se Reinaldo abrir mão da disputa, o plano ‘b’ dos tucanos deve passar pela indicação do secretario Eduardo Riedel. Enquanto o Governador não se pronunciar as especulações persistirão.

DIA ‘D’ – Em relação ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro sobre as eleições de 2018, a militância e o eleitorado sul-mato-grossense ficarão sabendo se André Puccinelli sairá candidato a governador dia 2 de dezembro.

BANCO DE RESERVA – Se por pressão da família optar tão somente por comandar o partido, dois nomes aguardam convocação para sucedê-lo: Júnior Mochi (presidente da ALMS) e Waldeli dos Santos Rosa (prefeito de Costa Rica).

FORO – O ministro Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), pediu vista (mais tempo para analisar o caso) e a corte vai adiar a decisão sobre o alcance do foro privilegiado para deputados federais e senadores.

ALFINETADA - Expulsa do PMDB por, na avaliação do partido, ter violado o código de ética, a fidelidade e o estatuto da sigla, a senadora Kátia Abreu ironizou o fato de Geddel Vieira Lima, autor do pedido de desfiliação, não receber tratamento similar.
O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer.” ALBERT EINSTEIN