André Puccinelli e filho chegam para prisão no Centro de Triagem - JORNAL CORREIO MS

Campo Grande (MS),

LEIA TAMBÉM

Post Top Ad

14/11/2017

André Puccinelli e filho chegam para prisão no Centro de Triagem

Ex-governador subindo na van da PF enquanto era transferido nesta terça-feira (Foto: Marcos Ermínio)
O ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), e seu filho, o advogado André Puccinelli Junior, já foram transferidos para as celas do Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Campo Grande, onde vão permanecer detidos preventivamente, em ação da Papiros de Lama, a 5ª fase da Operação Lama Asfáltica.

A chegada de Puccinelli e filho foi confirmada pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário). Além deles, os advogados Jodascil Gonçalves Lopes e João Paulo Calves também foram presos e já estão no Presídio Militar - para onde foram levados por terem prerrogativa de cela especial.

Puccinelli Junior abriu mão da prerrogativa especial para advogados para ficar junto ao pai no Centro de Triagem. Os dois, junto com Jodascil e Calves, passaram por audiência de custódia, tendo as prisões mantidas.

A ação da PF (Polícia Federal), em conjunto com a CGU (Controladoria Geral da União) e a Receita Federal, foi deflagrada na manhã desta terça-feira (14) e levou à condução coercitiva para depoimentos de André Cance, João Maurício Cance, João Amorim, João Baird, Mirched Jafar Júnior e Antonio Celso Cortez.

A PF foi também às ruas de Campo Grande, Aquidauana, Nioaque e São Paulo (SP) vasculhar 24 endereços. Jodascil e Calves teriam envolvimento com Puccinelli Junior a partir do Instituto Ícone, de ensino jurídico.

Conforme a PF, a operação tem como alvo uma organização criminosa que teria causado pelo menos R$ 235 milhões em prejuízos aos cofres públicos. A soma de R$ 160 milhões em bens de investigados foram bloqueados. O ex-governador seria o beneficiário e garantidor do esquema de propina com a JBS, que teria repassado no mínimo R$ 20 milhões.

Fonte: campograndenews
Por: Nyelder Rodrigues e Geisy Garnes